Prémio APAV para a Investigação
Prémio APAV para a Investigação
Nélson Ramalho, investigador do CIES-IUL, foi o vencedor da 5ª edição do Prémio APAV para a Investigação
Gostaria de partilhar convosco que, muito recentemente, vi a minha tese de Doutoramento em Serviço Social "Virar Travesti: Trajetórias de Vida, Prostituição e Vulnerabilidade Social", realizada no Departamento de Ciência Política e Políticas Públicas do ISCTE-IUL, ser distinguida com o "Prémio APAV para a Investigação". 
 
Este prémio, promovido anualmente pela Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, com o apoio da Fundação Montepio, destina-se a premiar trabalhos de investigação científica inéditos, desenvolvidos em língua portuguesa, sobre temas ou problemas relacionados com a missão da APAV: “Apoiar as vítimas de crime, suas famílias e amigos, prestando-lhes serviços de qualidade, gratuitos e confidenciais e contribuir para o aperfeiçoamento das políticas públicas, sociais e privadas centradas no estatuto da vítima”.
 
Tendo sido reconhecida a enorme relevância da investigação doutoral para os objetivos e missão da APAV, assim como a sua qualidade científica e natureza inovadora, a APAV procedeu à atribuição do prémio em cerimónia pública, no passado dia 12 de Dezembro, na sua sede em Lisboa.  
 
Esta atribuição foi divulgada na página da internet e redes sociais da instituição (aqui), assim com na comunicação social (aqui). 
 
No sentido de poder vir a ser divulgada uma pequena notícia nos vários canais institucionais do ISCTE-IUL / CIES sobre esta distinção, faço-vos chegar o presente email, com fotografia anexa.