Outras publicações
Da viagem como desejo de descoincidência.
João Vasco Coelho (Coelho, J. V.);
Título Revista/Livro/Outro
Plataforma Barómetro Social
Ano
2019
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Abstract/Resumo
A viagem comporta mobilidade, o confronto da rotina, da normalidade das relações existentes. A “descoincidência de si consigo próprio” é a este respeito possível, e implica a existência do que Giddens [4] designa de “projeto reflexivo do self”, um trabalho de composição intimamente associado à procura de manutenção, num quadro de pertença fluídas, de relações sociais caracterizadas pela confiança, por um sentido de estabilidade e de segurança ontológica. Em Portugal, este é um fenómeno social que tem colhido crescente atenção no plano mediático, político e académico, destinando-se particular relevo à consideração, em diferentes contextos, de implicações observáveis no plano do acesso de indivíduos e de grupos (à mobilidade, ao movimento, à viagem), da sustentabilidade ecológica e socioeconómica, da modificação de condições de vida e de horizontes de cognição e reflexividade pessoal.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Viagem,Mobilidade,Experiência
  • Sociologia - Ciências Sociais
  • Geografia Económica e Social - Ciências Sociais

Com o objetivo de aumentar a investigação direcionada para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para 2030 das Nações Unidas, é disponibilizada no Ciência-IUL a possibilidade de associação, quando aplicável, dos artigos científicos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Estes são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável identificados pelo(s) autor(es) para esta publicação. Para uma informação detalhada dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, clique aqui.