Capítulo de livro
Objetivação e Interpretação: Para uma Leitura do Território
Teresa Madeira da Silva (Madeira da Silva, Teresa);
Título Livro
Para uma Ética do Território
Ano
2014
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
--
Abstract/Resumo
No campo disciplinar da arquitectura as questões sobre as qualidades de um território, de um lugar, ou de uma obra arquitetónica encontram normalmente resposta através da aplicação recorrente a técnicas de análise à semelhança do cientista que isola um objeto para ver como ele é feito. Este modelo, considera o território a partir de objetos em que apenas a forma objetiva que lhe deu origem é determinante, e onde os lugares são estáticos e silenciosos. As hipóteses que se colocam, surgem à luz da filosofia hermenêutica. Uma vez que esta apela à teoria da interpretação e incorpora na interpretação o papel dos diferentes intérpretes, temos como argumento que o território deve ser encarado sob dois pontos de vista distintos: como objeto considerado abstratamente em relação ao contexto em que é produzido (eixo explicativo que trata do lado formal) e, como obra produzida por alguém que está inserido numa determinada comunidade cultural e colocado numa determinada situação histórica (eixo compreensivo que trata do significado). Concluímos que, para além do que se encontra objectivado através das suas características formais, a interpretação do território deverá incorporar outras categorias associadas aos intérpretes e ao tempo de vida desses territórios ganhando uma outra dimensão.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Hermenêutica,compreensão,interpretação,explicação,arquitetura,território.