Capítulo de livro
Rede de Casas da Floresta: desenvolvimento local e inovação social em meio rural
Alcides A. Monteiro (Monteiro, Alcides A.);
Título Livro
Inovação Social – Casos na Comunidade de Países de Língua Portuguesa
Ano
2019
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
--
Abstract/Resumo
Como se pode intervir em favor da Inclusão e do Desenvolvimento, ao mesmo tempo que se promove a revitalização das atividades económicas? Ou, dito de outra forma, como se atingem os primeiros promovendo a segunda? Este foi o principal desafio assumido pelo Projeto Terra-a-Terra, implementado a partir de uma parceria entre a associação de desenvolvimento local Pinus Verde, o município do Fundão e outros stakeholders locais. O território-problema para o qual foi definida a intervenção é marcado pela combinação entre uma base rural e uma monoindústria mineira em declínio, que se refletem na falta de oportunidades de emprego e na migração dos mais válidos. Pelo que o principal objetivo era o de melhorar as condições e a qualidade de vida no território através de uma intervenção direcionada para a valorização das potencialidades e recursos locais, fundada na atuação e participação ativa dos agentes locais. A Rede das Casas Temáticas (ou Casas da Floresta), um conjunto de infraestruturas criadas para proporcionarem visibilidade a produtos selecionados como emblemáticos da região (o mel, o cogumelo, o linho e o bombo), transformou-se numa das forças motrizes do Projeto, não só de promoção do património local mas também de estímulo empresarial. Ao longo do texto argumentamos que a opção estratégica seguida pelo Projeto Terra-a-Terra está em sintonia com uma conceção de inovação social que resulta da articulação entre a capacidade para implementar novas ideias (produtos, serviços e modelos) na resolução de necessidades sociais, e o compromisso com valores fundamentais de transformação social e de contributo para a redefinição do paradigma societal.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave