Ciência-IUL    Autores    Alejandro Goldberg    Currículo
Resumo CV

Sou antropólogo social da Universidade de Buenos Aires (Argentina). Sou Mestre em Antropologia Médica e Doutora em Antropologia Social e Cultural, com especialização em Antropologia Médica, pela Universidade de Rovira e Virgili (Espanha). O título da minha tese de doutorado era: “SER UM INIMIGANTE NÃO É UMA DOENÇA”. Imigração, condições de vida e de trabalho na Espanha. O processo de saúde / doença / cuidado dos imigrantes senegaleses em Barcelona ”, qualificado com honras (2004). Desde então, a natureza do trabalho que realizei foi a Antropologia Social, Cultural e Médica, Saúde Pública, Migrações Internacionais e Refugiados, a partir de uma perspectiva transnacional. Realizei diferentes pesquisas etnográficas a partir de 2007 no Instituto de Ciências Antropológicas (CONICET-UBA) desenvolvendo uma produção científica de destaque sobre o tema das migrações internacionais. Durante os últimos cinco anos, as atividades de pesquisa que desenvolvi como principal e co-investigador de projetos internacionais ampliaram meu conhecimento sobre esse mesmo tópico. Além disso, os resultados e as metas que alcancei consolidaram meu conhecimento científico-acadêmico e, ao mesmo tempo,produziram novas perguntas e tópicos de pesquisa interessantes, buscando a projeção futura imediata do meu trabalho.

Entre os objetivos que alcancei no campo da relação entre antropologia, migração, refúgio e saúde nos últimos cinco anos, destacam-se:

- Ministrei palestras em nível de graduação e pós-graduação na Espanha, Brasil e México, pesquisei e publiquei extensamente sobre os temas migração, refúgio, trabalho forçado, saúde, gênero, desigualdades sociais, violência estrutural e sofrimento social em diferentes contextos.

- Tenho conduzido um extenso trabalho de campo na Argentina, Bolívia, Brasil e Portugal sobre migrações internacionais, refúgio e saúde pública; violência estrutural; sofrimento social; tráfico humano, racismo; vulnerabilidade social, exclusão e discriminação, entre outros temas.

- Tenho estado igualmente comprometido com as atividades de comunicação científica e engajamento público, colaborando com médicos, instituições culturais, organizações de migrantes e refugiados, ONGs, formuladores de políticas e meios de comunicação na Argentina, Brasil e Portugal.

- Tenho desenvolvido redes e parcerias internacionais, participando como especialista no campo da etnografia, migrações internacionais e saúde como investigador e co-investigador em 6 projetos internacionais e nacionais (ERASMUS + & SEPIE; PIRSES-FP7-PEOPLE-IRSES Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas da Argentina, Universidade de Buenos Aires.

- Ganhei 2 bolsas internacionais de pós-doutorado (Brasil e Portugal).

- Nos últimos cinco anos, publiquei 14 artigos de revistas (2 artigos em avaliação), 1 dos quais é indexado pela classificação SJR Q1-T10-; 3 pela classificação J2 Q2 e 2 pela classificação JCR Q3; 1 livro; 9 capítulos em livros com comitê de avaliação (4 deles em breve); 8 artigos em conferências com comitê de avaliação; 3 relatórios de pesquisa técnica, entre outros.

- Eu disserti em 8 trabalhos em congressos; Eu fui palestrante convidado em 8 conferências e outros eventos científicos; Fui membro do comitê científico, organizador e coordenador de 5 congressos internacionais.

- Fui jurado de 1 dissertação de doutorado e 6 dissertações de mestrado; membro de 7 sociedades científicas internacionais

- Supervisionei 3 teses de doutorado, 5 dissertações de mestrado e 1 dissertação de mestrado, seguindo minhas contribuições originais para o campo das migrações internacionais, saúde e etnografia.

- Fui revisor, editor e membro do Conselho Editorial de revistas científicas internacionais

- Fui consultor em saúde de uma organização brasileira de integração de refugiados em San Pablo

- A partir de 2017 dediquei-me exclusivamente ao estudo de refugiados em Portugal através do meu trabalho como investigador no CIES-IUL, no Grupo de Investigação: “Desigualdades, Migrações e Territórios”, no projeto europeu: “REFUGIUM: building abrigar cidades e uma nova cultura de acolhimento. Ligações entre universidades europeias e escolas em direitos humanos ”. Atualmente, desde então, estou no topo do ranking de pesquisadores no número total de publicações do CIES-IUL (2017, 2018, 2019).

Resumindo, durante os últimos cinco anos desenvolvi um trabalho acadêmico amplo e criativo, mostrando minhas aptidões em todos os campos de minha preocupação. Minhas realizações acadêmico-acadêmicas e contribuições para o campo das dimensões socioculturais de migrações e refúgios, com foco na saúde, foram difundidas através de literatura acadêmica e reuniões acadêmicas.

Qualificações Académicas
Universidade/Instituição Tipo Curso Período
University of Rovira and Virgili
Social Anthropology - Espanha - Tarragona
Doutoramento Medical Anthropology 1998 - 2004
University of Rovira and Virgili
Social Anthropology - Espanha - Tarragona
Mestrado Medical Anthropology 1998 - 2000
University of Buenos Aires
Anthropological Sciences - Argentina - Buenos Aires
Licenciatura Anthropological Sciences 1991 - 1997
Áreas de Investigação
Antropologia, Migrações, Refugiados, Saúde
Antropologia Ciências Sociais