PERICREATIVITY
Criatividades Periféricas: juventude, arte e políticas públicas em territórios segregados
Descrição

Os jovens das periferias urbanas têm sido representados pelos media e pelas instituições políticas através da imagética da apatia, da incivilidade e dadelinquência. As ideias pré-concebidas sobre os territórios de vivência desses jovens influenciam negativamente as suas perspetivas de futuro e a sua relação coma cidade, tendo o efeito de segregá-los, particularmente no caso dos afrodescendentes. No entanto, a crescente importância da arte e das produções culturaisdessa juventude está a conferir-lhe uma nova visibilidade capaz de subverter estereótipos e afirmar identidades positivas. A potência dessas práticas criativas foinotada pelos organismos do Estado, que passaram a mobilizá-las para fins de inclusão social num contexto de promoção de uma nova geração de políticaspúblicas mais participativas. Numa conjuntura de crise económica e falta de oportunidades para a emancipação juvenil, agravada pela pandemia da COVID-19,torna-se imperativo perceber como a criatividade é mobilizada pela juventude de territórios segregados, bem como a sua influência na redefinição das políticas deque são alvo.PERICREATIVITY é um projeto que tem por objetivo examinar a criatividade dos jovens de territórios segregados nas duas maiores cidades portuguesas, Lisboa ePorto, em que as expressões artísticas são tanto um meio de conferirem sentido às suas vidas e de criarem caminhos profissionais como um recurso para ainclusão social. Propomo-nos a estudar a criatividade e a arte de jovens de territórios desfavorecidos como dois elementos dinâmicos que se retroalimentam,devendo ser enquadrados numa nova episteme influenciadora de subjetividades e estratégias políticas. As dinâmicas criativas ligadas às expressões artísticas dajuventude periférica são cada vez mais apropriadas por políticas públicas com vista a estimular o desenvolvimento local, a participação cidadã e a inclusão social.Este é o caso do ‘Programa Escolhas’ e de um conjunto de intervenções institucionalizadas de street art em Portugal. O enfoque nessas políticas tem o propósito deanalisar como as práticas criativas de cariz artístico são incorporadas enquanto novos dispositivos de agenciamento e governamentalidade comunitária nosterritórios desfavorecidos das periferias urbanas.PERICREATIVITY será uma excelente oportunidade para identificar, analisar, compreender e avaliar a eficácia e o potencial emancipatório das práticas criativasdesenvolvidas pelos jovens de territórios segregados, tomando como estudos de caso 4 bairros marginalizados: Quinta do Mocho, Cova da Moura, Quinta daPrincesa (Lisboa) e Cerco (Porto). A partir de uma abordagem metodológica qualitativa, o projeto irá (i)identificar e mapear as produções artístico-culturais dosjovens, nomeadamente projetos individuais e coletivos ligados às linguagens que lhes são familiares(rap, graffiti, dança); (ii)analisar o modo como os jovensmobilizam a criatividade para desenvolver novas carreiras profissionais e desafiar a precariedade, bem como conhecer a sua influência nas subjetividades etrajetórias de vida; (iii)compreender como as práticas criativas dessa juventude são enquadradas por políticas públicas para efeitos de desenvolvimento local,participação cidadã e inclusão social; (iv)e avaliar essas políticas com vista a propor recomendações que favoreçam a emancipação juvenil e o combate àmarginalização social.

Parceiros Internos
Centro de Investigação Grupo de Investigação Papel no Projeto Data de Início Data de Fim
CIES-Iscte -- Parceiro 2023-03-12 2026-03-12
Parceiros Externos
Instituição País Papel no Projeto Data de Início Data de Fim
Instituto de Sociologia da Universidade do Porto (IS-UP) Portugal Parceiro 2023-03-12 2026-03-12
Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais (CICS.NOVA) Portugal Parceiro 2023-03-12 2026-03-12
Instituto de Etnomusicologia - Centro de Estudos em Música e Dança (INET-md) Portugal Parceiro 2023-03-12 2026-03-12
Equipa de Projeto
Nome Afiliação Papel no Projeto Data de Início Data de Fim
Otávio Raposo Investigador Integrado (CIES-Iscte); Coordenador Local 2023-03-12 2026-03-12
Financiamentos do Projeto
Código/Referência Tipo de Financiamento Entidade Financiadora Programa de Financiamento País Valor Financiado (Global) Valor Financiado (Local) Data de Início Data de Fim
2022.08993.PTDC Contrato FCT Concurso de Projetos de I&D em Todos os Domínios Científicos (2022) Portugal 249387.75 249387.75 2023-03-12 2026-03-12
Outputs (Publicações)

Não foram encontrados registos.

Dados de Investigação Relacionados

Não foram encontrados registos.

Referências nos Media Relacionadas

Não foram encontrados registos.

Outputs (Outros)

Não foram encontrados registos.

Ficheiros do projeto

Não foram encontrados registos.

Criatividades Periféricas: juventude, arte e políticas públicas em territórios segregados
2023-03-12
2026-03-12