Ciência-IUL    Publicações    Descrição Detalhada da Publicação    Exportar

Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
Silva, M. J., Azevedo, G. & Oliveira, J. (2016). A divulgação de responsabilidade social empresarial e a recente crise financeira mundial: perspetivas sociológicas e institucionais. Contabilidade e Gestão: Portuguese Journal of Accounting and Management. 18, 9-54
Exportar Referência (IEEE)
M. J. Silva et al.,  "A divulgação de responsabilidade social empresarial e a recente crise financeira mundial: perspetivas sociológicas e institucionais", in Contabilidade e Gestão: Portuguese Journal of Accounting and Management, no. 18, pp. 9-54, 2016
Exportar BibTeX
@article{silva2016_1660193982447,
	author = "Silva, M. J. and Azevedo, G. and Oliveira, J.",
	title = "A divulgação de responsabilidade social empresarial e a recente crise financeira mundial: perspetivas sociológicas e institucionais",
	journal = "Contabilidade e Gestão: Portuguese Journal of Accounting and Management",
	year = "2016",
	volume = "",
	number = "18",
	pages = "9-54",
	url = "https://www.occ.pt/pt/a-ordem/publicacoes/contabilidade-e-gestao/"
}
Exportar RIS
TY  - JOUR
TI  - A divulgação de responsabilidade social empresarial e a recente crise financeira mundial: perspetivas sociológicas e institucionais
T2  - Contabilidade e Gestão: Portuguese Journal of Accounting and Management
IS  - 18
AU  - Silva, M. J.
AU  - Azevedo, G.
AU  - Oliveira, J.
PY  - 2016
SP  - 9-54
SN  - 1646-2750
UR  - https://www.occ.pt/pt/a-ordem/publicacoes/contabilidade-e-gestao/
AB  - Este estudo analisa o impacto da recente crise financeira mundial na divulgação de informação sobre responsabilidade social empresarial (RSE) de trinta30 instituições do setor financeirobancos pertencentes a seis países (Canadá, Reino Unido, França, Itália, Espanha e Portugal), no período de 2005-2011. De acordo com o quadro sociológico de Giddens (1990) conjugado come a nova teoria institucional de DiMaggio e Powell (1983), tenta examinar que estratégias de divulgação sobre RSE os bancos utilizaram na recuperação da credibilidade no sistema bancário. Além disso, tenta investigar se as três formas de pressão institucional (coerciva, normativa e mimética) podem promoverm a divulgação de informação sobre RSE pelos bancos em contexto de crise. 
Os principais resultados evidenciam que a divulgação de RSE aumentou ao longo do período da recente crise financeira global. A divulgação de RSE é diferente entre os bancos pertencentes a diferentes países de origem. Tais diferenças são explicadas pela adoção de estratégias de isomorfismo coercivo, normativo e mimético. Contudo, que são os bancos de países com mecanismos de legal enforcement menos robustos, aqueles que mais divulgam RSE, sugerindo que potenciais tentativas de isomorfismo mimético justificam estes padrões de divulgação.  Estas conclusões revelam-se de primordial importância, atendendo ao facto da perspetiva sociológica/institucional na interação entre a recente crise financeira global e a divulgação da RSE nunca ter sido abordada na literatura.
ER  -