Ciência-IUL    Publicações    Descrição Detalhada da Publicação    Exportar

Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
Resende, R., Luís Coroado, Lopes, A. L., Rodrigo Sacadura, Maria Helena Teixeira, Eloy, S....Dias, J. (2016). Plataforma Web-BIM para Gestão de Instalações de um Campus Universitário. In Azenha, M.; Martins , J.P.; Costa, A.A.; Lacerda, N.; Bastos, F.T. (Ed.), 1º Congresso Português de Building Information Modelling. Guimarães: universidade do Minho.
Exportar Referência (IEEE)
J. R. Resende et al.,  "Plataforma Web-BIM para Gestão de Instalações de um Campus Universitário", in 1º Congr.o Português de Building Information Modelling, Azenha, M.; Martins , J.P.; Costa, A.A.; Lacerda, N.; Bastos, F.T., Ed., Guimarães, universidade do Minho, 2016, vol. 1
Exportar BibTeX
@inproceedings{resende2016_1582151825388,
	author = "Resende, R. and Luís Coroado and Lopes, A. L. and Rodrigo Sacadura and Maria Helena Teixeira and Eloy, S. and Dias, J.",
	title = "Plataforma Web-BIM para Gestão de Instalações de um Campus Universitário",
	booktitle = "1º Congresso Português de Building Information Modelling",
	year = "2016",
	editor = "Azenha, M.; Martins , J.P.; Costa, A.A.; Lacerda, N.; Bastos, F.T.",
	volume = "1",
	publisher = "universidade do Minho",
	address = "Guimarães",
	organization = "PTBIM",
	url = "http://ptbim.org/"
}
Exportar RIS
TY  - CPAPER
TI  - Plataforma Web-BIM para Gestão de Instalações de um Campus Universitário
T2  - 1º Congresso Português de Building Information Modelling
VL  - 1
AU  - Resende, R.
AU  - Luís Coroado
AU  - Lopes, A. L.
AU  - Rodrigo Sacadura
AU  - Maria Helena Teixeira
AU  - Eloy, S.
AU  - Dias, J.
PY  - 2016
CY  - Guimarães
UR  - http://ptbim.org/
AB  - As instalações das instituições de Ensino Superior, que no caso do ISCTE-IUL estão concentradas num campus no centro de Lisboa, são usadas diariamente por vários milhares de utentes, acolhem inúmeros eventos e o exercício próprio da instituição e requerem investimentos constantes de manutenção, renovação e adaptação. Ao contrário de outros ativos estratégicos a sua gestão é frequentemente suportada por instrumentos informais: folhas de cálculo, documentação em papel e registos pessoais, tornando-se difícil controlar e planear operações e custos globais de manutenção por equipamento ou sistema. Por outro lado, os desenhos técnicos das instalações estão dispersos e não são fiéis à realidade construída, o que também dificulta as operações de manutenção, modernização e estudo de cenários de melhoria.
ER  -