Ciência-IUL    Publicações    Descrição Detalhada da Publicação    Exportar

Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
Santinho, Cristina (2016).  "Dilemas e desafios do trabalho de campo em contextos institucionais". In Trabalho de Campo: Envolvimento e Experiências em Antropologia. Lisboa: Imprensa das Ciências Sociais.
Exportar Referência (IEEE)
M. C. Santinho,  " "Dilemas e desafios do trabalho de campo em contextos institucionais"", in Trabalho de Campo: Envolvimento e Experiências em Antropologia, Lisboa, Imprensa das Ciências Sociais, 2016
Exportar BibTeX
@incollection{santinho2016_1653207708449,
	author = "Santinho, Cristina",
	title = " "Dilemas e desafios do trabalho de campo em contextos institucionais"",
	chapter = "",
	booktitle = "Trabalho de Campo: Envolvimento e Experiências em Antropologia",
	year = "2016",
	volume = "",
	series = "",
	edition = "",
	publisher = "Imprensa das Ciências Sociais",
	address = "Lisboa",
	url = "https://ciencia.iscte-iul.pt/publications/-dilemas-e-desafios-do-trabalho-de-campo-em-contextos-institucionais/43160?lang=en"
}
Exportar RIS
TY  - CHAP
TI  -  "Dilemas e desafios do trabalho de campo em contextos institucionais"
T2  - Trabalho de Campo: Envolvimento e Experiências em Antropologia
AU  - Santinho, Cristina
PY  - 2016
CY  - Lisboa
UR  - https://ciencia.iscte-iul.pt/publications/-dilemas-e-desafios-do-trabalho-de-campo-em-contextos-institucionais/43160?lang=en
AB  - O que é o trabalho de campo antropológico? O que o distingue na Antropologia? E distingue a Antropologia? Obriga a «estar lá» por períodos longos? Culminando ou relacionado sempre com a etnografia? Entre a objectividade e a subjectividade, a evidência empírica e a reflexividade, o trabalho de campo é sempre para o antropólogo uma experiência única – (ainda) o seu rito de passagem para a maioridade na disciplina. Será? E o que acontece nesse espaço-tempo «liminal»? Contá-lo na sua imensa diversidade e completude torna-se, quase sempre, difícil pelo próprio eclecticismo da prática e pela ruptura com convenções e grelhas rígidas demasiado formais. Nesta colecção, os autores revelam as dificuldades e as oportunidades com as quais se depararam em processos irrepetíveis de pesquisa e ficamos a conhecer pessoas, contextos, situações, encontros, eventos, sensações, sentimentos e emoções que marcam uma metodologia de envolvimento no mundo.
ER  -