Ciência-IUL    Publicações    Descrição Detalhada da Publicação    Exportar

Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
Quintanilha, T. L. (2019). Os quatro grandes desafios ao modelo de ciência aberta: (des)acreditação, informalidade, comodificação e predação. Texto Livre: Linguagem e Tecnologia. 12 (2), 182-193
Exportar Referência (IEEE)
T. F. Quintanilha,  "Os quatro grandes desafios ao modelo de ciência aberta: (des)acreditação, informalidade, comodificação e predação", in Texto Livre: Linguagem e Tecnologia, vol. 12, no. 2, pp. 182-193, 2019
Exportar BibTeX
@article{quintanilha2019_1656563173929,
	author = "Quintanilha, T. L.",
	title = "Os quatro grandes desafios ao modelo de ciência aberta: (des)acreditação, informalidade, comodificação e predação",
	journal = "Texto Livre: Linguagem e Tecnologia",
	year = "2019",
	volume = "12",
	number = "2",
	doi = "10.17851/1983-3652.12.2.202-213",
	pages = "182-193",
	url = "http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/textolivre/article/view/15146"
}
Exportar RIS
TY  - JOUR
TI  - Os quatro grandes desafios ao modelo de ciência aberta: (des)acreditação, informalidade, comodificação e predação
T2  - Texto Livre: Linguagem e Tecnologia
VL  - 12
IS  - 2
AU  - Quintanilha, T. L.
PY  - 2019
SP  - 182-193
SN  - 1983-3652
DO  - 10.17851/1983-3652.12.2.202-213
UR  - http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/textolivre/article/view/15146
AB  - O modelo de Ciência Aberta, erguido da vontade de democratizar a produção e acesso ao conhecimento científico, surgiu no início do novo milénio como forma de combater o obsoletismo e fechamento da cultura acadêmica tradicional. Mais de uma década depois, cedendo não só às suas fraquezas idiossincráticas, como também à indústria parasitária e do lucro, o modelo de Ciência Aberta passou a enfrentar quatro grandes desafios que são simultaneamente um problema de (des)acreditação do conhecimento produzido, de informalidade das estruturas de avaliação e validação, de comodificação do conhecimento, e de predação do modelo de acesso aberto. Neste texto tentamos perceber aquilo que está na base desses desafios.  / 

The Open Science model arose in the beginning of the new millennium from the will to democratize the production and access to scientific knowledge, as a means to fight the obsolete/closed character of traditional academic culture. After more than a decade, conceding not only to its own idiosyncratic weaknesses, but also to a profit-seeking industry, the open science model now simultaneously faces four major challenges: the (dis)accreditation of the scientific knowledge produced, the informality of its validation structures, the commodification of knowledge, and the predation of the open access model. In this essay, we try to understand the basis of these challenges.
ER  -