Ciência-IUL    Comunicações    Descrição Detalhada da Comunicação    Exportar

Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
Lima, M. J. & Apolinário, S. (2021). As opiniões e sugestões dos públicos sobre os museus e as exposições: uma proposta de grelha interpretativa. XI Congresso Português de Sociologia.
Exportar Referência (IEEE)
M. J. Lima and S. P. Gomes,  "As opiniões e sugestões dos públicos sobre os museus e as exposições: uma proposta de grelha interpretativa", in XI Congr.o Português de Sociologia, Online, 2021
Exportar BibTeX
@misc{lima2021_1653249243966,
	author = "Lima, M. J. and Apolinário, S.",
	title = "As opiniões e sugestões dos públicos sobre os museus e as exposições: uma proposta de grelha interpretativa",
	year = "2021",
	url = "https://xi-congresso-aps.eventqualia.net/pt/2020/inicio/"
}
Exportar RIS
TY  - CPAPER
TI  - As opiniões e sugestões dos públicos sobre os museus e as exposições: uma proposta de grelha interpretativa
T2  - XI Congresso Português de Sociologia
AU  - Lima, M. J.
AU  - Apolinário, S.
PY  - 2021
CY  - Online
UR  - https://xi-congresso-aps.eventqualia.net/pt/2020/inicio/
AB  - À medida que os públicos ganham relevância para o cumprimento da missão das instituições culturais ganha também importância ouvir o que estes têm a dizer de modo a que sejam considerados na gestão das instituições. Em Portugal, e especificamente nos museus, esta questão está também muito presente. O número de visitantes dos museus nacionais tem vindo a crescer, sobretudo à conta do aumento dos visitantes estrangeiros. Sendo relativamente recente, este contexto coloca vários novos desafios às políticas públicas e à gestão dos museus e reforça a necessidade de ouvir os visitantes de modo a identificar eventuais bloqueios à difusão cultural e a equacionar as respetivas respostas. São vários os métodos que as instituições museais vêm adotando de modo a “ouvir” os seus públicos. Nesta comunicação explora-se um método de análise das opiniões e sugestões dos públicos de museus, nacionais e estrangeiros. Mais especificamente discute-se a grelha interpretativa composta por três níveis: 18 códigos temáticos no 1º nível e consequentes desdobramentos (2º e 3º níveis) com um total de 50 subcódigos. Tem-se em conta duas bases empíricas: uma, que esteve na origem da grelha, é constituída pelas respostas a um inquérito aplicado em 14 museus nacionais tutelados pela Direção Geral do Património (DGPC) em 2015; a outra decorre das respostas a outro inquérito aos públicos, mas agora relativamente a uma exposição temporária (2018). Pretende-se, através da aplicação em dois universos distintos, identificar as condições de generalização da grelha. O método de ambos os inquéritos é quantitativo extensivo, mas as bases empíricas aqui utilizadas são qualitativas, constituídas pelas respostas a uma pergunta aberta destinada a recolher as opiniões e sugestões suscitadas pela experiência de visita. A finalizar apresentam-se os resultados da análise dos corpus os quais permitem evidenciar os aspetos positivos e aqueles em que seria importante introduzir alterações de modo a melhor a relação dos museus com os públicos.
ER  -