Ciência-IUL    Publicações    Descrição Detalhada da Publicação    Exportar

Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
Fernandes, D. (2022). Avaliar e Aprender numa Cultura de Inovação Pedagógica. Lisboa. LeYa Educação.
Exportar Referência (IEEE)
D. M. Fernandes,  Avaliar e Aprender numa Cultura de Inovação Pedagógica, Lisboa, LeYa Educação, 2022
Exportar BibTeX
@book{fernandes2022_1660961326982,
	author = "Fernandes, D.",
	title = "",
	year = "2022",
	editor = "",
	volume = "",
	number = "",
	series = "",
	edition = "",
	publisher = "LeYa Educação",
	address = "Lisboa"
}
Exportar RIS
TY  - BOOK
TI  - Avaliar e Aprender numa Cultura de Inovação Pedagógica
AU  - Fernandes, D.
PY  - 2022
CY  - Lisboa
AB  - O principal propósito deste texto é contribuir para que os professores de qualquer grau de ensino possam pensar e melhorar as suas práticas pedagógicas de ensino e de avaliação para que os seus alunos aprendam mais e melhor. Não se trata de um receituário nem de um manual de boas práticas acerca de como fazer uma boa avaliação. É antes um texto em que se discutem questões de natureza conceitual e académica associadas a questões de natureza prática que interessam a educadores e professores, profissionais altamente qualificados, possuidores de um alargado leque de conhecimentos e competências. E, neste sentido, não pode deixar de ser um texto de natureza reflexiva acerca da avaliação pedagógica que se construiu numa espécie de vai e vem entre os referentes conceituais mais relevantes, os fundamentos, e as necessidades práticas de quem está envolvido em processos de melhoria das práticas pedagógicas de ensino e de avaliação e das aprendizagens dos alunos. Consequentemente, não é possível ignorar a discussão, ainda que bastante sintética, de temas tais como a inovação pedagógica, o currículo, a pedagogia, a aprendizagem e o ensino. Na verdade, parece que todos estaremos de acordo que não fará real sentido que se discutam práticas de avaliação sem ter em devida conta aspetos teóricos e práticos relacionados com o ensino, os objetivos de aprendizagem, os critérios que se definiram e os processos de recolha de informação para conhecer o que os alunos sabem e são capazes de fazer. Como professores e educadores dificilmente poderemos ignorar estes e outros temas que fundamentam as nossas práticas pedagógicas e que podem ter uma importância determinante no que e como os alunos aprendem. O estudo e a reflexão acerca dos mesmos são fundamentais para que as melhorias que se desejam e que se têm revelado necessárias possam ser devidamente sustentáveis e sustentadas.
Nestes termos, este trabalho pode ser um recurso relevante para educadores e professores de todos os graus de ensino na medida em que proporciona uma diversidade de oportunidades para analisar, discutir e refletir acerca do papel e dos propósitos da avaliação, das suas relações indissociáveis com o ensino e com a aprendizagem e com a inovação pedagógica. A avaliação é perspetivada não como uma mera técnica ou como um procedimento mais ou menos mecânico, mais ou menos automático, para atribuição de classificações, mas antes como um processo marcadamente pedagógico através do qual os alunos podem aprender melhor, isto é, com mais compreensão e profundidade. Um processo em que o diálogo, a interação social e, em geral, a relação pedagógica, assumem uma importância decisiva. Assim, contribui-se para consolidar a ideia de que a necessidade de melhorar as práticas de ensino e de avaliação pode proporcionar uma diversidade de oportunidades para desenvolver uma cultura de inovação indispensável para melhorar a vida pedagógica das escolas.

ER  -