Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
Caleiras, J., Carmo, R. M., Roque, I. & Assis, R. V. (2022). Pandemia, serviços públicos e trabalhadores vulneráveis em Portugal: uma relação ambivalente?. Revista Brasileira de Economia Social e do Trabalho. 4
Exportar Referência (IEEE)
J. M. Caleiras et al.,  "Pandemia, serviços públicos e trabalhadores vulneráveis em Portugal: uma relação ambivalente?", in Revista Brasileira de Economia Social e do Trabalho, vol. 4, 2022
Exportar BibTeX
@article{caleiras2022_1713446660591,
	author = "Caleiras, J. and Carmo, R. M. and Roque, I. and Assis, R. V.",
	title = "Pandemia, serviços públicos e trabalhadores vulneráveis em Portugal: uma relação ambivalente?",
	journal = "Revista Brasileira de Economia Social e do Trabalho",
	year = "2022",
	volume = "4",
	number = "",
	doi = "10.20396/rbest.v4i00.16528",
	url = "https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/rbest/about"
}
Exportar RIS
TY  - JOUR
TI  - Pandemia, serviços públicos e trabalhadores vulneráveis em Portugal: uma relação ambivalente?
T2  - Revista Brasileira de Economia Social e do Trabalho
VL  - 4
AU  - Caleiras, J.
AU  - Carmo, R. M.
AU  - Roque, I.
AU  - Assis, R. V.
PY  - 2022
SN  - 2674-9564
DO  - 10.20396/rbest.v4i00.16528
UR  - https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/rbest/about
AB  - Os cidadãos são a razão de ser dos serviços públicos. A pandemia de Covid-19 realçou a sua importância, mas também revelou insuficiências e a necessidade de os reforçar. Este artigo analisa um conjunto de experiências relacionais de trabalhadores vulneráveis com os serviços públicos, em particular com os serviços de emprego e segurança social, saúde, educação e transportes. Com base em 53 entrevistas, realizadas entre 2019 e 2020, e um follow-up de 14 casos seguidos durante o primeiro confinamento da pandemia, o objetivo é compreender como se desenvolveu o processo de interação e formou a perceção sobre estes serviços. Os resultados, embora ambivalentes, no sentido em que revelam tensões entre necessidades e críticas ao seu funcionamento, apontam para uma revalorização dos serviços públicos, nomeadamente num contexto de crise, onde foram chamados a desempenhar um papel crucial e insubstituível.
ER  -