“A Ciência de Dados valoriza muito o Iscte”
“A Ciência de Dados valoriza muito o Iscte”

Manuela Veloso, uma das maiores especialistas mundiais em Inteligência Artificial, fez o elogio da multidisciplinaridade

Apesar de estar há dois anos a trabalhar no JP Morgan, o maior banco dos Estados Unidos, onde foi convidada a criar um centro de investigação, Manuela Veloso não despiu ainda o fato de professora que vestiu durante mais de 30 anos na Carnegie Mellon University, e hoje, na conferência que proferiu no Iscte – Instituto Universitário de Lisboa, não resistiu a prescrever inúmeros “trabalhos de casa” a quem encheu o auditório J. J. Laginha. A investigadora e professora que é uma das maiores especialistas mundiais em Inteligência Artificial, fez questão de dizer que a aposta na Ciência de Dados “valoriza muito o Iscte” e sublinhou que os diversos graus de aprendizagem desta nova área de ensino, nesta universidade, “pode contar com inúmeros contributos de outras áreas, dando uma resposta diversa aos desafios que surgem”.

Manuela Veloso foi incapaz de disfarçar a paixão que tem pela sua área de trabalho. “Ver um ecrã de dados é como olhar para um Picasso”, assegurou a investigadora.

A Reitora Maria de Lurdes Rodrigues enfatizou “o esforço que o Iscte fez no último ano para se afirmar como universidade de referência na área da Ciência de Dados” e constatou que estes “são pequenos passos que representam muito trabalho dos profissionais do Iscte, e muita confiança dos estudantes que escolheram estudar connosco depositada em nós”.