Ciência-IUL    Publicações    Descrição Detalhada da Publicação    Exportar

Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
Stoleroff, A. & Pereira, I (2009). A reforma da carreira docente e a conflitualidade profissional: Análise da mobilização dos professores e de discursos sindicais. In Pedro Abrantes (coord.) (Ed.), Contextos Educativos na Sociedade Contemporânea. (pp. 164-187). Lisboa/Portugal: Secção de Sociologia da Educação da Associação Portuguesa de Sociologia.
Exportar Referência (IEEE)
A. D. Stoleroff and I. B. Pereira,  "A reforma da carreira docente e a conflitualidade profissional: Análise da mobilização dos professores e de discursos sindicais", in Contextos Educativos na Sociedade Contemporânea, Pedro Abrantes (coord.), Ed., Lisboa/Portugal, Secção de Sociologia da Educação da Associação Portuguesa de Sociologia, 2009, pp. 164-187
Exportar BibTeX
@incollection{stoleroff2009_1611661498636,
	author = "Stoleroff, A. and Pereira, I",
	title = "A reforma da carreira docente e a conflitualidade profissional: Análise da mobilização dos professores e de discursos sindicais",
	booktitle = "Contextos Educativos na Sociedade Contemporânea",
	year = "2009",
	volume = "",
	series = "",
	edition = "",
	pages = "164-164",
	publisher = "Secção de Sociologia da Educação da Associação Portuguesa de Sociologia",
	address = "Lisboa/Portugal",
	url = "http://www.aps.pt/cms/imagens/ficheiros/FCH4b11c4088da30.pdf"
}
Exportar RIS
TY  - CHAP
TI  - A reforma da carreira docente e a conflitualidade profissional: Análise da mobilização dos professores e de discursos sindicais
T2  - Contextos Educativos na Sociedade Contemporânea
AU  - Stoleroff, A.
AU  - Pereira, I
PY  - 2009
SP  - 164-187
CY  - Lisboa/Portugal
UR  - http://www.aps.pt/cms/imagens/ficheiros/FCH4b11c4088da30.pdf
AB  - A análise será focada na profissionalidade dos professores como cerne do seu conflito com o Ministério da Educação. Far-se-á uma análise do que está em jogo no conflito em torno da revisão do ECD no que toca à transformação das relações de emprego e da carreira dos professores do ensino primário e secundário não superior do sector público da Educação. Identificar-se-á vários factores explicativos da extensão de conflito que incluem factores de contexto e factores políticos, destacando enfim o choque das medidas da revisão com a identidade profissional veiculada pelos sindicatos. Propõe-se analisar a mobilização dos professores no contexto das reformas do ECD enquanto movimento social que se construiu em torno da defesa e afirmação da profissionalidade. Embora a acção colectiva do movimento social profissional transborde as suas componentes institucionais e neste caso existam componentes da acção colectiva que são enquadradas sindical e não sindicalmente, o objectivo incidirá sobre a componente propriamente sindical. Nessa base acabamos a comunicação com uma análise dos discursos sindicais sendo que os discursos projectam noções implícitas e explícitas, e “imagens” dos interesses que estão postos em causa no conflito. Tentaremos aqui fazer uma análise das componentes do discurso sindical dos professores no quadro de uma concepção da profissão e profissionalidade docentes centrada no identidade-ethos, nas autonomias e nos poderes, na colegialidade e na reflexão.
ER  -