Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
Bernardes, S.F. & Lima, M. L. (2005). Otimismo comparativo e percepções de controle face à saúde na adolescência: existirão diferenças etárias? . Estudos de Psicologia (Natal). 10 (3), 335-344
Exportar Referência (IEEE)
S. G. Bernardes and M. L. Lima,  "Otimismo comparativo e percepções de controle face à saúde na adolescência: existirão diferenças etárias? ", in Estudos de Psicologia (Natal), vol. 10, no. 3, pp. 335-344, 2005
Exportar BibTeX
@article{bernardes2005_1718207740580,
	author = "Bernardes, S.F. and Lima, M. L.",
	title = "Otimismo comparativo e percepções de controle face à saúde na adolescência: existirão diferenças etárias? ",
	journal = "Estudos de Psicologia (Natal)",
	year = "2005",
	volume = "10",
	number = "3",
	doi = "10.1590/S1413-294X2005000300001",
	pages = "335-344",
	url = "http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-294X2005000300001&lng=en&nrm=iso&tlng=pt"
}
Exportar RIS
TY  - JOUR
TI  - Otimismo comparativo e percepções de controle face à saúde na adolescência: existirão diferenças etárias? 
T2  - Estudos de Psicologia (Natal)
VL  - 10
IS  - 3
AU  - Bernardes, S.F.
AU  - Lima, M. L.
PY  - 2005
SP  - 335-344
SN  - 1678-4669
DO  - 10.1590/S1413-294X2005000300001
UR  - http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-294X2005000300001&lng=en&nrm=iso&tlng=pt
AB  - O Otimismo Comparativo (OC), a tendência da maioria das pessoas para ver o seu futuro como mais positivo que o futuro dos outros, e a sua relação com a Percepção de Controle estão pouco estudados na adolescência. Os objetivos deste estudo prenderam-se com a análise das diferenças etárias na adolescência: (1) no OC e Percepções Comparativas de Controle (PCC) face a riscos para a saúde e (2) na forma como as Percepções Absolutas e Comparativas de Controle predizem o OC. Noventa e um pré-adolescentes (M = 11,92 anos) e 97 adolescentes (M = 16,86 anos) saudáveis efectuaram julgamentos de risco e controle (Próprio vs. Alvo) para 8 enfermidades. Os participantes mostraram-se comparativamente otimistas, julgando ter maior controle sobre algumas doenças que o alvo. Não existiram diferenças etárias no OC ou nas PCCs. Estas foram o principal preditor do OC, mediando a relação entre este e as Percepções Absolutas de Controle apenas na sub-amostra dos adolescentes. 
ER  -