Ciência-IUL    Comunicações    Descrição Detalhada da Comunicação    Exportar

Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
Espírito Santo, I. (2015). O patronato francês na construção da imagem dos emigrantes portugueses em França. Workshops de Investigação CIES.
Exportar Referência (IEEE)
I. V. Santo,  "O patronato francês na construção da imagem dos emigrantes portugueses em França", in Workshops de Investigação CIES, Lisboa, 2015
Exportar BibTeX
@misc{santo2015_1614993264496,
	author = "Espírito Santo, I.",
	title = "O patronato francês na construção da imagem dos emigrantes portugueses em França",
	year = "2015",
	howpublished = "Outro",
	url = "http://cies.iscte.pt/np4/?newsId=464&fileName=workshops_setembro2015.pdf"
}
Exportar RIS
TY  - CPAPER
TI  - O patronato francês na construção da imagem dos emigrantes portugueses em França
T2  - Workshops de Investigação CIES
AU  - Espírito Santo, I.
PY  - 2015
CY  - Lisboa
UR  - http://cies.iscte.pt/np4/?newsId=464&fileName=workshops_setembro2015.pdf
AB  - A França dos anos 1960 e do início dos anos 1970 viu entrar no seu território milhares de portugueses: aproximadamente 700 mil. A história da imigração em França, desde o fim do século XIX, fez aparecer uma figura de estrangeiro, a do trabalhador imigrante. A chegada maciça dos Portugueses em França cruza esta história no apogeu dos “Trinta gloriosos”. Um perfil socioprofissional representativo da população portuguesa é facilmente reconhecível na paisagem francesa, ele mostra uma população dotada de fracos recursos escolares preexistentes à migração e uma inserção no mercado de trabalho muito segmentada e na cauda da hierarquia socioprofissional francesa. Esta inserção profissional é central no processo de construção das imagens às quais a imigração portuguesa se encontra associada em frança, mas ela não é o único fator explicativo. Há instituições, com mais ou menos poder político em matéria de imigração, que contribuem na modelação dos espaços representacionais. Neste workshop debruçar-me-ei mais concretamente sobre o discurso que o Conselho Nacional do Patronato Francês (CNPF) teve em relação aos imigrantes portugueses nos anos 60/70. Através de um trabalho de arquivo realizado, levantarei algumas pistas de compreensão sobre a maneira como os empregadores trataram esta população e como a figura do “bom trabalhador” português se impôs no cenário francês.
ER  -