Comunicação em evento científico
O patronato francês na construção da imagem dos emigrantes portugueses em França
Inês Espírito Santo (Espírito Santo, I.);
Título Evento
Workshops de Investigação CIES
Ano
2015
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Abstract/Resumo
A França dos anos 1960 e do início dos anos 1970 viu entrar no seu território milhares de portugueses: aproximadamente 700 mil. A história da imigração em França, desde o fim do século XIX, fez aparecer uma figura de estrangeiro, a do trabalhador imigrante. A chegada maciça dos Portugueses em França cruza esta história no apogeu dos “Trinta gloriosos”. Um perfil socioprofissional representativo da população portuguesa é facilmente reconhecível na paisagem francesa, ele mostra uma população dotada de fracos recursos escolares preexistentes à migração e uma inserção no mercado de trabalho muito segmentada e na cauda da hierarquia socioprofissional francesa. Esta inserção profissional é central no processo de construção das imagens às quais a imigração portuguesa se encontra associada em frança, mas ela não é o único fator explicativo. Há instituições, com mais ou menos poder político em matéria de imigração, que contribuem na modelação dos espaços representacionais. Neste workshop debruçar-me-ei mais concretamente sobre o discurso que o Conselho Nacional do Patronato Francês (CNPF) teve em relação aos imigrantes portugueses nos anos 60/70. Através de um trabalho de arquivo realizado, levantarei algumas pistas de compreensão sobre a maneira como os empregadores trataram esta população e como a figura do “bom trabalhador” português se impôs no cenário francês.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Emigração Portuguesa, Patronato, França