Ciência-IUL    Publicações    Descrição Detalhada da Publicação    Exportar

Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
Guerreiro, M. D., Barroso, M. & Rodrigues, E. (2016). Organizações saudáveis e qualidade do trabalho na Europa: desafios para organizações e profissões no setor público de saúde. Organizações e sociedade. 23 (78), 421-437
Exportar Referência (IEEE)
M. D. Guerreiro et al.,  "Organizações saudáveis e qualidade do trabalho na Europa: desafios para organizações e profissões no setor público de saúde", in Organizações e sociedade, vol. 23, no. 78, pp. 421-437, 2016
Exportar BibTeX
@article{guerreiro2016_1575928777767,
	author = "Guerreiro, M. D. and Barroso, M. and Rodrigues, E.",
	title = "Organizações saudáveis e qualidade do trabalho na Europa: desafios para organizações e profissões no setor público de saúde",
	journal = "Organizações e sociedade",
	year = "2016",
	volume = "23",
	number = "78",
	doi = "10.1590/1984-92307845",
	pages = "421-437",
	url = "http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaoes/article/view/12742/11172"
}
Exportar RIS
TY  - JOUR
TI  - Organizações saudáveis e qualidade do trabalho na Europa: desafios para organizações e profissões no setor público de saúde
T2  - Organizações e sociedade
VL  - 23
IS  - 78
AU  - Guerreiro, M. D.
AU  - Barroso, M.
AU  - Rodrigues, E.
PY  - 2016
SP  - 421-437
SN  - 1413-585X
DO  - 10.1590/1984-92307845
UR  - http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaoes/article/view/12742/11172
AB  - Num contexto global marcado pela intensificação da competitividade, tem sido reconhecida a necessidade de se identificar as características das “organizações saudáveis”, entendidas como aquelas com a “agenda dual” de consecução dos seus objetivos organizacionais e, simultaneamente, de promoção da qualidade de vida dos trabalhadores. Focando especificamente o caso das organizações do setor público de saúde, este artigo discute como é que as demandas de produtividade estão influenciando a qualidade de vida dos profissionais de saúde na Europa. A análise baseia-se nos resultados do projeto QUALITY, financiado pela Comissão Europeia. Conjugando  métodos quantitativos e qualitativos, 32 organizações foram analisadas, com recurso a cerca de 8000 questionários e 111 entrevistas com trabalhadores europeus de oito países. Este artigo foca a qualidade do trabalho nos vários países, apresentando depois um estudo de caso intensivo num hospital universitário português. Os resultados demonstram diferenças significativas entre países que têm como fatores explicativos o seu funcionamento institucional e o contexto socioeconômico. Foram também encontradas diferenças entre grupos profissionais, justificadas pelas distintas condições de trabalho a que estão expostos.
ER  -