Ciência-IUL    Publicações    Descrição Detalhada da Publicação    Exportar

Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
Bernardes, S. F. & Lima, M. L. (2008). Questionário de Crenças de Controlo face à Saúde (QCCS): processo de desenvolvimento e validação de um instrumento. Laboratório de Psicologia. 6 (1), 93-108
Exportar Referência (IEEE)
S. G. Bernardes and M. L. Lima,  "Questionário de Crenças de Controlo face à Saúde (QCCS): processo de desenvolvimento e validação de um instrumento", in Laboratório de Psicologia, vol. 6, no. 1, pp. 93-108, 2008
Exportar BibTeX
@article{bernardes2008_1606893444234,
	author = "Bernardes, S. F. and Lima, M. L.",
	title = "Questionário de Crenças de Controlo face à Saúde (QCCS): processo de desenvolvimento e validação de um instrumento",
	journal = "Laboratório de Psicologia",
	year = "2008",
	volume = "6",
	number = "1",
	doi = "10.14417/lp.695",
	pages = "93-108",
	url = "http://publicacoes.ispa.pt/index.php/lp/index"
}
Exportar RIS
TY  - JOUR
TI  - Questionário de Crenças de Controlo face à Saúde (QCCS): processo de desenvolvimento e validação de um instrumento
T2  - Laboratório de Psicologia
VL  - 6
IS  - 1
AU  - Bernardes, S. F.
AU  - Lima, M. L.
PY  - 2008
SP  - 93-108
SN  - 1646-6004
DO  - 10.14417/lp.695
UR  - http://publicacoes.ispa.pt/index.php/lp/index
AB  - O presente artigo tem como objectivo a apresentação do processo de desenvolvimento e validação do Questionário de Crenças de Controlo face à Saúde (QCCS). Este é um instrumento que, tendo como raiz conceptual o modelo tridimensional da percepção de controlo de Skinner (1995), visa a avaliação de três tipos de crenças: (1) controlo; (2) estratégia e; (3) capacidade. O QCCS foi aplicado a uma amostra de 91 crianças (Midade=11,92) e 97 adolescentes (Midade=16,86) Portugueses saudáveis. Análises em componentes principais mostraram que o instrumento reflecte, na generalidade, a estrutura tridimensional esperada. Os índices de fidelidade interna da maioria das escalas mostraram-se adequados, particularmente tendo em conta a idade dos participantes. Uma análise do conteúdo dos itens, efectuada por dois juízes independentes, atesta a validade de conteúdo do QCCS. Este instrumento, ao permitir detectar diferenças etárias nas crenças de controlo, previsíveis de um ponto de vista desenvolvimentista, demonstra ainda validade de constructo. Em suma, embora as características psicométricas do QCCS possam ainda ser aperfeiçoadas, este mostra ser um instrumento útil e com qualidades adequadas.
ER  -