Ciência-IUL    Publicações    Descrição Detalhada da Publicação    Exportar

Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
Dos-Santos, M. & Machado-Santos, C. (2014). Perspetivas para as explorações agrícolas da União Europeia. In 52º Congresso daSociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural. Goiânia: Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural.
Exportar Referência (IEEE)
M. J. Santos and C. Machado-Santos,  "Perspetivas para as explorações agrícolas da União Europeia", in 52º Congr.o daSociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural, Goiânia, Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural, 2014
Exportar BibTeX
@inproceedings{santos2014_1618396632842,
	author = "Dos-Santos, M. and Machado-Santos, C.",
	title = "Perspetivas para as explorações agrícolas da União Europeia",
	booktitle = "52º Congresso daSociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural",
	year = "2014",
	editor = "",
	volume = "",
	number = "",
	series = "",
	publisher = "Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural",
	address = "Goiânia",
	organization = ""
}
Exportar RIS
TY  - CPAPER
TI  - Perspetivas para as explorações agrícolas da União Europeia
T2  - 52º Congresso daSociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural
AU  - Dos-Santos, M.
AU  - Machado-Santos, C.
PY  - 2014
CY  - Goiânia
AB  - Este trabalho tem como principal objectivo caracterizar e segmentar as explorações agrícolas dos vinte e oito Estados Membros da União Europeiade forma a pespetivar o seu futuro desenvolvimento. Para esse efeito, utilizam-se técnicas de análise de cluster de casos e de cluster de explorações. Foram obtidos quatro grupos de explorações nos vinte e oito Estados Membros da União Europeia. Os grupos de explorações distinguem-se pelas suas características estruturais, financeiras, orientação produtiva e importância dos subsídios recebidos da Política Agrícola Comum. Estes resultados sugerem a definição de uma Política Agrícola Comum diferenciada e adaptada aos quatro clusters existentes. Sugere-se ainda o desenvolvimento de tipologias de explorações na União Europeia com dados mais robustos de todas as regiões dos diferentes países, de forma a obter tipologias de todas as regiões europeias. 
ER  -