Ciência-IUL    Publicações    Descrição Detalhada da Publicação    Exportar

Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
Moschetta, P. H. & Vieira, J. (2018). Música na era do streaming: curadoria e descoberta musical no Spotify. Sociologia. 20 (49), 258-292
Exportar Referência (IEEE)
P. H. Moschetta and J. S. Vieira,  "Música na era do streaming: curadoria e descoberta musical no Spotify", in Sociologia, vol. 20, no. 49, pp. 258-292, 2018
Exportar BibTeX
@article{moschetta2018_1574065559490,
	author = "Moschetta, P. H. and Vieira, J.",
	title = "Música na era do streaming: curadoria e descoberta musical no Spotify",
	journal = "Sociologia",
	year = "2018",
	volume = "20",
	number = "49",
	doi = "10.1590/15174522-02004911",
	pages = "258-292",
	url = "https://seer.ufrgs.br/sociologias"
}
Exportar RIS
TY  - JOUR
TI  - Música na era do streaming: curadoria e descoberta musical no Spotify
T2  - Sociologia
VL  - 20
IS  - 49
AU  - Moschetta, P. H.
AU  - Vieira, J.
PY  - 2018
SP  - 258-292
SN  - 1517-4522
DO  - 10.1590/15174522-02004911
UR  - https://seer.ufrgs.br/sociologias
AB  - Serviços de streaming facilitam o consumo e a descoberta de músicas gravadas ao oferecer acesso irrestrito e sob demanda a uma gigantesca coleção musical a partir de qualquer dispositivo online, em qualquer hora ou local. A curadoria, feita por humanos e/ou máquinas, tem o papel de filtrar, selecionar e guiar a experiência de consumo, sendo uma forma de lidar com a abundância e superacessibilidade de conteúdo. Após pesquisa realizada com 20 usuários do Spotify, combinando entrevistas e análise de dados, os resultados mostram que a facilidade de acesso incentiva a descoberta de novas músicas, tornando a experiência de consumo mais diversificada e fragmentada, e demonstram o papel fundamental das playlists como principal forma de descoberta e coleção musical. O estudo revela ainda que a curadoria algorítmica, apesar de ser constantemente aprimorada, não substitui a curadoria humana devido à sua maior previsibilidade e imprecisão.
ER  -