Ciência-IUL    Publicações    Descrição Detalhada da Publicação    Exportar

Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
d'Almeida, P. Bento & Marat-Mendes, T. (2019). Bairro do Restelo: Bairro(s) Lisboeta que anuncia um somatório de experiências de urbanismo (sustentável). In PNUM 2019 Anais. (pp. 169-182). Maringá: Programa Associado UEM/UEL de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo.
Exportar Referência (IEEE)
P. B. Lima and T. M. Marat-Mendes,  "Bairro do Restelo: Bairro(s) Lisboeta que anuncia um somatório de experiências de urbanismo (sustentável)", in PNUM 2019 Anais, Maringá, Programa Associado UEM/UEL de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, 2019, pp. 169-182
Exportar BibTeX
@inproceedings{lima2019_1618560758844,
	author = "d'Almeida, P. Bento and Marat-Mendes, T.",
	title = "Bairro do Restelo: Bairro(s) Lisboeta que anuncia um somatório de experiências de urbanismo (sustentável)",
	booktitle = "PNUM 2019 Anais",
	year = "2019",
	editor = "",
	volume = "",
	number = "",
	series = "",
	pages = "169-182",
	publisher = "Programa Associado UEM/UEL de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo",
	address = "Maringá",
	organization = "Programa Associado UEM/UEL de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo",
	url = "https://pnum2019.wixsite.com/maringa"
}
Exportar RIS
TY  - CPAPER
TI  - Bairro do Restelo: Bairro(s) Lisboeta que anuncia um somatório de experiências de urbanismo (sustentável)
T2  - PNUM 2019 Anais
AU  - d'Almeida, P. Bento
AU  - Marat-Mendes, T.
PY  - 2019
SP  - 169-182
CY  - Maringá
UR  - https://pnum2019.wixsite.com/maringa
AB  - O território que hoje denominamos de Restelo, é testemunho de distintos ensaios urbanísticos ocorridos ao longo do século XX, num só lugar de Lisboa. O “Bairro”, resultante do somatório várias “partes de bairros”, representa mais de cinquenta anos de oportunidades oferecidas a urbanistas e arquitectos Portugueses para colocarem em prática modelos de cidade criados além-fronteiras, sendo uns teóricos e outros já previamente experienciados. Assim, na encosta tardoz ao Mosteiro dos Jerónimos, é possível identificar a influência da Cidade Jardim, por via do arquitecto-urbanista João Guilherme Faria da Costa e do Institut d’Urbanisme de Paris, onde se diplomou, mas também se reconhecem boulevards de inspiração Parisiense, enquadrados pelo Rio Tejo e por um número de Monumentos Nacionais, e a vontade de ensaiar a Modernidade trazida por de Le Corbusier e pela Carta de Atenas. A partir dos aos sessenta, com o advento da investigação científica em Arquitectura e Urbanismo no Laboratório Nacional de Engenharia Civil, vários foram os contactos estabelecidos entre os seus investigadores e homólogos centros de investigação internacionais. A influência que estes tiveram sobre os arquitectos-investigadores Portugueses refletiu-se nos subsequentes trabalhos desenvolvidos em profissão liberal, particularmente no próprio Restelo, pela mão do arquitecto Nuno Portas que, com Nuno Teotónio Pereira, desenvolveu o plano de pormenor de “um dos bairros”. Referimo-nos em concreto à experimentação volumétrica de diferentes soluções urbanas como resposta ao problema da densidade. Designadamente um regresso à cidade tradicional, à substituição da construção em “altura” por uma construção de “baixa altura”, dando resposta ao contemporâneo diagrama de Fresnel de Lionel March e Leslie Martin. O Restelo integra visivelmente uma mão cheia de contributos da História da Arquitectura, do Urbanismo e da Investigação Científica em Arquitectura e Urbanismo em Portugal.
Passados 80 anos da primeira intervenção urbana, o Restelo representa hoje um dos bairros mais carismáticos do urbanismo Português do século XX, pois testemunha ainda hoje problemas que afetam muitas outras cidades e colocam em causa a sustentabilidade socioeconómica e ambiental. Esta apresentação identifica e analisa os modelos urbanos aplicados na evolução do Restelo e consequentemente promove uma leitura sobre os eventuais impactos que estes têm ao nível das questões socioeconómicas e ambientais na atualidade, no sentido de promover uma leitura de soluções para a sua desejável sustentabilidade urbana.

ER  -