Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
Nunes, F. O. (2020). Da semente à estrela: variações sobre o tema da circularidade. In Vítor Oliveira Jorge (Ed.), Modos de fazer. (pp. 513-524). Porto: CITCEM - Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura Espaço e Memória.
Exportar Referência (IEEE)
F. M. Nunes,  "Da semente à estrela: variações sobre o tema da circularidade", in Modos de fazer, Vítor Oliveira Jorge, Ed., Porto, CITCEM - Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura Espaço e Memória, 2020, pp. 513-524
Exportar BibTeX
@incollection{nunes2020_1717060034530,
	author = "Nunes, F. O.",
	title = "Da semente à estrela: variações sobre o tema da circularidade",
	chapter = "",
	booktitle = "Modos de fazer",
	year = "2020",
	volume = "",
	series = "",
	edition = "",
	pages = "513-513",
	publisher = "CITCEM - Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura Espaço e Memória",
	address = "Porto",
	url = "https://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/18094.pdf"
}
Exportar RIS
TY  - CHAP
TI  - Da semente à estrela: variações sobre o tema da circularidade
T2  - Modos de fazer
AU  - Nunes, F. O.
PY  - 2020
SP  - 513-524
DO  - 10.21747/9789898970237/mod
CY  - Porto
UR  - https://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/18094.pdf
AB  - Escreveu Tim Ingold em 1991, no prefácio a um dos mais interessantes trabalhos de Antropologia Marítima dessa época que «... we should turn seawards to rediscover the continuities of the dwelt‑in world». Alargando o âmbito da referência ao mar e estendendo‑o à atmosfera e às estrelas, este texto identifica os domínios da água e da abóbada celeste enquanto protótipos culturais de circularidade. Para tanto, convoca a  teoria  autopoiética  da  Escola  de  Santiago,  a  Arqueologia  Pré‑Histórica  e  os  estudos  paleoclimáticos,  a  Astronomia Cultural e a Etnografia. Este esboço exploratório beneficia do background crítico dos sucessivos momentos criativos da Antropologia das últimas décadas — fenomenologia, «ontological turn», «affective turn»... — e trata com um interesse especial algumas das ideias inovadoras da obra de Tim Ingold.
ER  -