Ciência-IUL    Publicações    Descrição Detalhada da Publicação    Exportar

Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
Barata, C., Castro, C., Carla Colaço & Alexandre, J. (2019). Academias Gulbenkian do Conhecimento: Relatório de Monitorização e Avaliação 1ª Edição, 1º Ano (2018-2019). 
Exportar Referência (IEEE)
C. Barata et al.,  "Academias Gulbenkian do Conhecimento: Relatório de Monitorização e Avaliação 1ª Edição, 1º Ano (2018-2019). ",, 2019
Exportar BibTeX
@techreport{barata2019_1618462077817,
	author = "Barata, C. and Castro, C. and Carla Colaço and Alexandre, J.",
	title = "Academias Gulbenkian do Conhecimento: Relatório de Monitorização e Avaliação 1ª Edição, 1º Ano (2018-2019). ",
	year = "2019",
	number = "",
	institution = "Fundação Calouste de Gulbenkian",
	address = ""
}
Exportar RIS
TY  - RPRT
TI  - Academias Gulbenkian do Conhecimento: Relatório de Monitorização e Avaliação 1ª Edição, 1º Ano (2018-2019). 
AU  - Barata, C.
AU  - Castro, C.
AU  - Carla Colaço
AU  - Alexandre, J.
PY  - 2019
AB  - As Academias Gulbenkian do Conhecimento (AGC) têm como objetivo promover o desenvolvimento de competências sociais e emocionais dos 0 aos 25 anos de idade. Com base na conceptualização da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento (OECD, 2018),  as Academias Gulbenkian do Conhecimento (AGC) procuraram promover na sua 1ª edição intervenções que se focassem no desenvolvimento de uma ou mais das seguintes competências sociais e emocionais: Adaptabilidade, Autorregulação, Comunicação, Pensamento criativo, Resiliência e Resolução de problemas.
O presente relatório procura responder a duas grandes questões: (1) Como decorreu a implementação das Academias Gulbenkian do Conhecimento de metodologia experimental da 1ª Edição no seu 1º ano (2018-2019)? (2)	Quais os resultados de impacto do primeiro ano de implementação das Academias desta 1ª edição?
A 1ª Edição das AGC foi um ano de aprendizagens, que permitiu às Academias refletirem sobre o potencial das suas intervenções e tomarem contacto com procedimentos adequados para monitorizarem e avaliarem de forma robusta os seus projetos. Por forma a contribuir para uma melhoria da qualidade dos dados globais da AGC, a equipa M&A apresenta um conjunto de reflexões e recomendações sumárias no final do relatório, considerando, mas não se limitando, à capacitação das equipas técnicas antes do início das intervenções e a importância da utilização de uma métrica comum a todas as Academias. 

ER  -