Ciência-IUL    Comunicações    Descrição Detalhada da Comunicação    Exportar

Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
Lima, M. J., Apolinário, S. & Neves, J. S. (2021). Ouvir os públicos: discussão de uma grelha interpretativa de testemunhos pós-visita em museus. Todas as Artes, Todos os Nomes - II Encontro Internacional Lusófono.
Exportar Referência (IEEE)
M. J. Lima et al.,  "Ouvir os públicos: discussão de uma grelha interpretativa de testemunhos pós-visita em museus", in Todas as Artes, Todos os Nomes - II Encontro Internacional Lusófono, Porto, 2021
Exportar BibTeX
@misc{lima2021_1652713422400,
	author = "Lima, M. J. and Apolinário, S. and Neves, J. S.",
	title = "Ouvir os públicos: discussão de uma grelha interpretativa de testemunhos pós-visita em museus",
	year = "2021",
	howpublished = "Digital",
	url = "https://todasartes.eventqualia.net/pt/inicio/"
}
Exportar RIS
TY  - CPAPER
TI  - Ouvir os públicos: discussão de uma grelha interpretativa de testemunhos pós-visita em museus
T2  - Todas as Artes, Todos os Nomes - II Encontro Internacional Lusófono
AU  - Lima, M. J.
AU  - Apolinário, S.
AU  - Neves, J. S.
PY  - 2021
CY  - Porto
UR  - https://todasartes.eventqualia.net/pt/inicio/
AB  - O papel dos públicos da cultura tem sido crescentemente valorizado numa perspetiva da sua agência na vida das próprias instituições culturais. Através dos seus contributos e feedback, os públicos podem influir de forma construtiva em dimensões fundamentais da gestão daquelas organizações, e de modo mais ou menos direto, configurar uma voz significativa no desenho das próprias políticas culturais.
O enquadramento desta comunicação é a aplicação de metodologias qualitativas em contexto de museus. Concretamente, a análise das opiniões e sugestões pós-visita dos públicos, nacionais e estrangeiros, registadas nas respostas a uma pergunta aberta acerca da experiência de visita. Foi deste modo construída uma grelha interpretativa composta por três níveis: 18 códigos temáticos no 1º nível e consequentes desdobramentos (2º e 3º níveis) com um total de 50 subcódigos, aplicada em duas bases empíricas. Uma, que esteve na origem da grelha, é constituída pelas respostas a um inquérito aplicado em 14 museus nacionais tutelados pela Direção Geral do Património (DGPC) em 2015; a outra decorre das respostas a outro inquérito aos públicos, mas agora relativamente a uma exposição temporária (2019). Pretende-se, através da aplicação em dois universos distintos, identificar as condições de generalização da grelha.
Clarificar, agilizar e enriquecer a relação com os seus públicos revela-se um importante objectivo dos museus atuais, não só no contexto do turismo transnacional, mas também, porque é fundamental reunir condições de respostas aos desafios da democratização da cultura em cada realidade nacional.
ER  -