Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
Alexandre, J. & Calado, F. (2021). Não Jogues com o teu futuro: reflexões em torno de um programa de prevenção primária ou universal para comportamentos de jogo a dinheiro, para jovens e jovens adultos. In Vasco Calado (Ed.), Comportamentos aditivos. perspetivas e desafios. (pp. 139-142). Lisboa: SICAD.
Exportar Referência (IEEE)
J. C. Alexandre and F. Calado,  "Não Jogues com o teu futuro: reflexões em torno de um programa de prevenção primária ou universal para comportamentos de jogo a dinheiro, para jovens e jovens adultos", in Comportamentos aditivos. perspetivas e desafios, Vasco Calado, Ed., Lisboa, SICAD, 2021, pp. 139-142
Exportar BibTeX
@incollection{alexandre2021_1716256874882,
	author = "Alexandre, J. and Calado, F.",
	title = "Não Jogues com o teu futuro: reflexões em torno de um programa de prevenção primária ou universal para comportamentos de jogo a dinheiro, para jovens e jovens adultos",
	chapter = "",
	booktitle = "Comportamentos aditivos. perspetivas e desafios",
	year = "2021",
	volume = "",
	series = "",
	edition = "",
	pages = "139-139",
	publisher = "SICAD",
	address = "Lisboa",
	url = "https://www.sicad.pt/BK/EstatisticaInvestigacao/EstudosConcluidos/Lists/SICAD_ESTUDOS/Attachments/228/DossierTematico_ComportamentosAditivos_Perspetiva_e_desafios.pdf"
}
Exportar RIS
TY  - CHAP
TI  - Não Jogues com o teu futuro: reflexões em torno de um programa de prevenção primária ou universal para comportamentos de jogo a dinheiro, para jovens e jovens adultos
T2  - Comportamentos aditivos. perspetivas e desafios
AU  - Alexandre, J.
AU  - Calado, F.
PY  - 2021
SP  - 139-142
CY  - Lisboa
UR  - https://www.sicad.pt/BK/EstatisticaInvestigacao/EstudosConcluidos/Lists/SICAD_ESTUDOS/Attachments/228/DossierTematico_ComportamentosAditivos_Perspetiva_e_desafios.pdf
AB  - A problemática do jogo a dinheiro entre jovens adultos tem merecido cada vez mais atenção (Calado, Alexandre & Griffiths, 2017), sendo que a expansão do jogo online tem popularizado esta atividade entre os mais novos, tornando-a muitas vezes numa experiência diária também já para muitos deles (Hayer & Griffiths, 2015). Face à sua
evolução, a caracterização desta problemática começa a ter alguma expressão em Portugal a partir de 2011, no âmbito dos Estudos sobre Prevalências dos Consumos de Substâncias Psicoativas na População Geral (naquele que é o seu 3º inquérito), assumindo uma maior relevância no 4º Inquérito produzido em 2016/2017 (Balsa, Vital & Urbano,
2019). 

ER  -