Artigo em revista científica Q4
A arte como discurso: a identidade como mercadoria
Rui Pedro Fonseca (Fonseca, R. P.);
Título Revista
Sociologia, Problemas e Práticas
Ano
2007
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Scopus

N.º de citações: 1

(Última verificação: 2021-09-15 06:56)

Ver o registo na Scopus


: 0.3
Abstract/Resumo
Algumas das produções que têm vindo a ser desenvolvidas no campo da arte, desde os finais da década de 1950, surgem como reacções às diversas representações de identidades provenientes dos meios de comunicação. Os diferentes modos de configuração artística, relativos a estas representações tecnológicas, permitem assinalar os seus sistemas de códigos e inclusivamente obter algumas das reacções contraculturais provenientes do contexto social. As conjunções de signos patentes numa obra de arte, em conjugação com as correntes linguísticas e filosóficas, permitem leituras sociológicas eficazes relativas aos sistemas de representação da identidade cultural; simultaneamente destacam a sua relação íntima com as ideologias agregadas às mercadorias.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Representações,Identidade,Mercadoria,Arte
  • Sociologia - Ciências Sociais
  • Outras Ciências Sociais - Ciências Sociais