Artigo em revista científica
A construção da imagem do “bom trabalhador” português em França
Inês Espírito Santo (Espírito Santo, I.);
Título Revista
Plataforma Barómetro Social
Ano
2015
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Abstract/Resumo
Nos anos 1960 e no início dos anos 1970, Portugal testemunhou um dos maiores movimentos populacionais de saída do país. Cerca de 700 000 portugueses chegaram a França nesses anos[1]. Nos anos onde esse fluxo foi mais intenso, mais de dois terços dessas pessoas saíram do país clandestinamente, cuja viagem ficou conhecida pelo nome o “Salto”, perigo do trajeto e pelas más condições de alojamento nos bidonvilles às portas de Paris. Ainda assim a inserção no mercado de trabalho francês nesse período foi facilitada pela conjuntura socioeconómica favorável da França, encontrávamo-nos então no auge dos chamados “Trinta Gloriosos”. Segundo alguns testemunhos de emigrantes chegados a França nesses anos [2], recrutadores com propostas de trabalho esperavam os portugueses na fronteira logo que estes pisavam território francês.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Representações do trabalho,França,Emigração portuguesa
Registos de financiamentos
Referência de financiamento Entidade Financiadora
UID/SOC/03126/2013 Fundação para a Ciência e a Tecnologia