Artigo em revista científica Q2
A precarização do emprego na Europa
Luísa Oliveira (Oliveira, L.); Helena Carvalho (Carvalho, H.);
Título Revista
Dados: Revista de Ciências Sociais
Ano
2008
Língua
Português
País
Brasil
Mais Informação
Web of Science®

N.º de citações: 3

(Última verificação: 2019-08-18 06:50)

Ver o registo na Web of Science®

Scopus

N.º de citações: 7

(Última verificação: 2019-08-22 02:51)

Ver o registo na Scopus

Abstract/Resumo
Este artigo equaciona a hipótese da emergência de uma relação salarial pós Fordista, explorando uma das componentes deste conceito: a transformação do emprego permanente em emprego precário. A partir de dados do EUROSTAT é analisada de forma comparativa a evolução do indicador de trabalho temporário num conjunto de países da UE nos últimos 20 anos – assim como as razões que levam as pessoas a aceitar esta situação; e procura-se também compreender em que medida se verificam clivagens geracionais. Conclui-se por uma mudança estrutural, na medida em que todos os países avançam no sentido de uma maior liberalização das relações de emprego, seja pela liberalização dos despedimentos, seja pela expansão do trabalho temporário ou pela combinação de ambas.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Precarização,Principal Components Analysis for Categorical Data - CatPca,Liberalização das relações de emprego
  • Outras Ciências Sociais - Ciências Sociais