Artigo em revista científica
A puberdade da sociologia: comentários a Nicos Mouzelis
Título Revista
Revista Angolana de Sociologia
Ano
2014
Língua
Português
País
Angola
Mais Informação
Abstract/Resumo
Numa época de transformação social, para os que entendem a necessidade de transformação da sociologia, a leitura de Mouzelis é uma inspiração. Explica as vantagens da reposição crítica das problemáticas e soluções dos clássicos da sociologia. Incluindo aquelas que ficaram estigmatizadas por histórias passadas, como o estrutural--funcionalismo. Este artigo acrescenta os estudos do positivismo e dos estados-de-espírito. O artigo segue o diagnóstico e as sugestões de remédio propostas em Mouzelis (1995) para a revitalização da teoria social. Reconhece a vantagem de entender de forma mais rigorosa e precisa a diferenciação entre os diferentes níveis sociais – macro, meso e micro – e de incluir nas análises sociais os protagonistas da acção social. Estende o raciocínio à necessidade de estabelecer uma continuidade analítica entre os tempos “normais” e “revolucionários”, propondo conceber a intensidade da acção social como um factor constitutivo da força e fragilidade das instituições
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Teoria social,Estados de espírito,Intensidade da acção,Reificação,Reducionismo,Estigma
Registos de financiamentos
Referência de financiamento Entidade Financiadora
PEst-OE/SADG/UI3126/2013 Fundação para a Ciência e a Tecnologia