Artigo em revista científica
As artes e a cultura nas práticas hegemónicas e alternativas na cidade de Lisboa. O caso do Largo do Intendente1
Estevens, Ana (Estevens, A.); Agustín Cocola-Gant (Cocola-Gant, A.); Daniel Malet Calvo (Malet Calvo, D.); Matos, Filipe (Matos, F.);
Título Revista
Fórum Sociológico
Ano
2019
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Abstract/Resumo
A arte, a cultura e a criatividade são, atualmente, vendidas como um símbolo de status e passaram a fazer parte de narrativas e práticas hegemónicas relacionadas com processos de regeneração. Neste artigo, examinamos as contradições e as tensões entre a implementação de políticas públicas de regeneração urbana e a emergência de espaços alternativos culturais e artísticos, utilizando como estudo de caso o Largo do Intendente. Utilizando uma perspetiva crítica e métodos cruzados (entrevistas, observação e registo etnográfico), analisámos o papel das artes e da cultura no processo de gentrificação promovido pelas políticas públicas. Num momento de rápidas mudanças, onde os mesmos modelos são usados em diversas cidades por todo o mundo, importa continuar a acompanhar e a perceber o modo como na cidade de Lisboa estes processos se manifestam.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Arte,Cultura,Regeneração urbana,Lisboa
Registos de financiamentos
Referência de financiamento Entidade Financiadora
UID/SOC/03126/2013 Fundação para a Ciência e a Tecnologia
PTDC/ATP-GEO/3208/2014 Fundação para a Ciência e a Tecnologia