Artigo em revista científica
As profissões e a democracia
Maria de Lurdes Rodrigues (Rodrigues, M. L.);
Título Revista
Pro-Posições
Ano
2006
Língua
Português
País
Brasil
Mais Informação
Abstract/Resumo
Um dos grandes desafios atuais dos estudos sobre as profissões é a elucidação do sentido da sua articulação com o funcionamento dos regimes democráticos, por um lado, e a defesa do interesse público, por outro. O objectivo deste artigo é reflectir sobre esta ambivalência. Refletir sobre a (des)confiança social em relação às profissões que têm uma expressão maior em países como Portugal e o Brasil, talvez porque nestes o fenómeno das profissões regulamentadas esteve muito associado à construção dos regimes autoritários e corporativos, num passado ainda recente. Com a instauração dos regimes democráticos, as profissões, enquanto categoria social e económica, persistem como traço estrutural das nossas sociedades. E a pergunta muitas vezes colocada incide, justamente, sobre a compatibilidade das profissões – enquanto grupos de interesses fechados, estabelecendo monopólios e impedindo um acesso livre ao mercado de trabalho – com a democracia política.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Profissões,Democracia,Regulamentação profissional,Interesse público,Trabalho