Publicação em atas de evento científico
Associativismo operário na sociedade liberal (1850-1860).
João Lázaro (Lázaro, João.);
Espaços, redes e sociabilidades cultura e política no movimento associativo contemporâneo
Ano
2016
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Abstract/Resumo
As datas redondas convencionais podem ser encaradas como artificiais ou arbitrárias, tal não é o caso da história do movimento operário português. O período balizado entre 1850-1860 representa uma década indispensável para perceber a história do movimento operário português. É um recorte cronológico pouco, ou nada abordado pelos historiadores, esquecendo-se que é neste que emerge uma importante geração de intelectuais partidários do socialismo que focam a "questão social" - expressão usada na época para retratar os problemas referentes referentes às classes populares e trabalhadoras - e que são responsáveis pelo nascimento de dois importantes marcos na história do movimento operário: o jornal Eco dos Operários (1850) e o Centro Promotor dos Melhoramentos das Classes Laboriosas, uma associação central no movimento operário edificada em 1852.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Registos Associados

Esta publicação está associada ao registo seguinte: