Working paper
Cuidar, ser cuidado e viver em contexto de crise: aspectos económicos das relações interpessoais
Antónia Lima (Lima, A. P.);
Título Documento
Working Papers CRIA
Ano
2014
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Abstract/Resumo
As ciências sociais tendem a utilizar o conceito de cuidado para abordar situações de privação. Porém, na existência relacional quotidiana, cuidado é referido para descrever processos e sentimentos entre pessoas que cuidam umas das outras em várias dimensões da vida social e que não se encontram necessariamente em situações de carência. Nesta comunicação discutirei diferentes dimensões do cuidado a partir de trabalho de campo em Portugal que atravessa uma situação de crise económica e social e onde as pessoas (re)tomam vias informais para lidar com situações de carência. A iniciativa pessoal, imbuída da moralidade do "cuidado" e do bem comum, torna-se central e factor de sustentabilidade tanto a nível económico (provendo a pessoas necessitadas) como emocional (bem-estar). As relações interpessoais e as relações motivadas por sentimentos e ideais de bem geral são portanto centrais para a reprodução do futuro do sistema social mundial de mercado económico global em que vivemos.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Cuidado,Crise,Família,Economia moral