Artigo em revista científica
Do custeio tradicional ao Time-Driven Activity-Based Costing: Revisão de literatura e sugestões de investigação futura
Rúben Silva Barros (Barros, R. S.); Ana Ferreira (Ferreira, A.);
Título Revista
Revista Iberoamericana de Contabilidad de Gestión
Ano
2014
Língua
Português
País
Espanha
Mais Informação
Abstract/Resumo
Este artigo faz uma ampla revisão de literatura, examinando as características fundamentais dos modelos de custeio tradicionais, do Activity-Based Costing (ABC) e do Time-Driven Activity-Based Costing (TDABC). O artigo aponta ainda, as principais vantagens enunciadas na literatura para os modelos de custeio, bem como as críticas ao custeio tradicional que estiveram na origem do ABC e, por seu turno, as críticas ao ABC que estiveram na origem do TDABC. Identifica-se, também, algumas brechas e áreas sub-exploradas, quanto ao TDABC que se revelariam de interesse para futuras investigações. Atenda-se que a nova abordagem TDABC afigura-se, nos dias de hoje, como uma das propostas de custeio mais vanguardistas ao dispor das empresas. Em palavras dos seus proponentes, é um modelo caracteristicamente simples, barato e bastante mais poderoso do que o seu antecessor, o método ABC (Kaplan e Anderson, 2007a).
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Revisão de literatura,Activity-Based Costing,Time-Driven ActivityBased Costing,Custeio tradicional,Sistemas de custeio