Artigo em revista científica Q3
Expostos e duplamente vigiados: o caso do Facebook
Maria João Simões (Maria João Simões); Fábio Augusto (Augusto, F.);
Título Revista
Análise Social
Ano (publicação definitiva)
2019
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
--
Web of Science®

Esta publicação não está indexada na Web of Science®

Scopus

N.º de citações: 0

(Última verificação: 2024-04-12 13:14)

Ver o registo na Scopus

Google Scholar

Esta publicação não está indexada no Google Scholar

Abstract/Resumo
Expostos e duplamente vigiados: o caso do Facebook. Tal como acontece com a maioria dos artefactos tecnológicos, também a emergência do Facebook gerou diversas teorias, que variam entre o mais exacerbado otimismo e um tremendo ceticismo. O facto de o seu surgimento estar muito associado ao exibicionismo e ao voyeurismo, tem sido campo fértil para o desenvolvimento de ideias feitas e pré-concebidas, que dificultam o desvendar da sua complexidade. O objetivo deste artigo é esboçar uma panorâmica sobre o Facebook, que reporte para os valores, objetivos e interesses que estão na origem do seu desenvolvimento e para a vigilância social que este artefacto tecnológico veio possibilitar de um modo mais alargado, desafiando-se teses que apontam para a total novidade desta rede e para a homogeneidade dos seus usos.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
escolha social,desenvolvimento tecnológico,usos tecnológicos,vigilância social,vigilância organizacional.
  • Sociologia - Ciências Sociais
  • Ciências Políticas - Ciências Sociais
  • Outras Ciências Sociais - Ciências Sociais
  • História e Arqueologia - Humanidades