Artigo em revista científica Q3
Imaginar, contar e descrever as populações coloniais portuguesas, 1776-1875: notas de uma pesquisa em curso
Paulo Teodoro de Matos (Matos, P. T. de);
Título Revista
Revista Brasileira de Estudos de População
Ano
2017
Língua
Português
País
Brasil
Mais Informação
Scopus

N.º de citações: 1

(Última verificação: 2019-06-15 04:46)

Ver o registo na Scopus

Abstract/Resumo
Em finais do século XVIII a Coroa portuguesa implementou um sistema regular de colecta de dados demográficos nos seus domínios ultramarinos. A partir do modelo definido, cada governador deveria enviar anualmente o numeramento da sua jurisdição. O Arquivo Histórico Ultramarino, em Lisboa, conserva mais de um milhar de tabelas estatísticas provenientes desde o Brasil até Macau. Esta documentação abre importantes horizontes para a história demográfica, social e colonial, apesar de relativamente negligenciada por historiadores e demógrafos. A partir destas fontes o projecto estuda a demografia e os processos estatísticos na construção do império português entre 1776 e 1875. Adiante discutimos o contexto desta investigação, com ênfase nas características da informação, variáveis e suas potencialidades, bem como uma agenda de investigação.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Império Português,Demografia colonial,Recenseamento,Escravidão
  • História e Arqueologia - Humanidades