Comunicação em evento científico
Jogos de Fortuna e Azar na boémia lisboeta
Cecília Vaz (Vaz, C.);
Título Evento
A Construção da Fortuna e do Malogro: Perspetivas Históricas (Seminário Final do Projeto Estratégico do CEHC-IUL)
Ano
2014
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Abstract/Resumo
Perante o tema do Projecto Estratégico do CEHC-IUL, «A construção da fortuna e do malogro», propus-me a abordar a boémia na sua relação com os "jogos de fortuna ou azar". A vida boémia surge no princípio do século XX frequentemente ligada à prática do jogo. Nas décadas de 1910 e 1920 a vida boémia passa a estar associada a um novo tipo de estabelecimentos, os clubes, espaços de diversão que pretendem ser os novos locais cosmopolitas e modernos da capital. A associação entre clubes e jogo é constante e incontornável, sendo esta a atividade que os define: o restaurante, o dancing, os espectáculos servem muitas vezes como camuflagem desta prática ilegal, que irá ditar o encerramento destes estabelecimentos, na sequência do decreto n.º 14 643 de 3 de Dezembro de 1927.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Jogo; boémia; Lisboa