Artigo em revista científica Q3
Mapeamentos das dinâmicas do desemprego: Impactos da pandemia da Covid-19 em Portugal continental
Inês Tavares (Tavares, I.); Ana Filipa Cândido (Cândido, A. F.); Jorge Caleiras (Caleiras, J.); Renato Miguel do Carmo (Carmo, R. M.);
Título Revista
Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia
Ano (publicação definitiva)
2022
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Web of Science®

N.º de citações: 0

(Última verificação: 2024-07-15 06:45)

Ver o registo na Web of Science®

Scopus

N.º de citações: 1

(Última verificação: 2024-07-16 08:54)

Ver o registo na Scopus


: 0.5
Google Scholar

N.º de citações: 2

(Última verificação: 2024-07-13 11:16)

Ver o registo no Google Scholar

Títulos Alternativos

(Inglês) Mapping the dynamics of unemployment: Impacts of the COVID-19 pandemic in Portugal

(Francês) Cartographie des dynamiques du chômage: Impacts de la pandémie COVID-19 au Portugal Continental

(Português) Mapeo de la dinámica del desempleo: Impactos de la COVID-19 en Portugal Continental

Abstract/Resumo
O Grande Confinamento afetou o mercado de trabalho, particularmente a dinâmica do desemprego. Baseado em dados do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) sobre o desemprego registado, este artigo analisa o impacto da crise pandémica nas situações de desemprego em Portugal continental. Valoriza-se a distribuição categorial e territorial dos desempregados, bem como a dimensão temporal do problema. A análise quantitativa/extensiva efetuada, bem como a análise de clusters, indica que a incidência do desemprego não é idêntica para todos os grupos sociais nem para todo o território, atingindo mais uns do que outros, com realce para algumas concentrações espaciais, nomeadamente no Algarve; e as variações estão diretamente relacionadas com temporalidades decorrentes dos períodos pautados pelo confinamento ou pelo desconfinamento.___The Great Confinement affected the labourmarket, particularly the dynamics of unemployment. Based on Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) data on registered unemployment, this article analyses the impact of the pandemic crisis in unemployment situations in mainland Portugal. The categorical and territorial distribution of the unemployed is highlighted, as well as the temporal dimension of the problem. The quantitative/extensive analysis carried out, as well as the cluster analysis, indicates that the incidence of unemployment is not identical for all social groups or for the entire territory, affecting some more than others, with emphasis on some spatial concentrations, particularly in Algarve; and the variations are directly related to temporalities resulting from periods marked by confinement or deconfinement.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Pandemia Covid-19,Desemprego,Distribuição socio-espacial,Temporalidades,Desigualdades
  • Ciências da Terra e do Ambiente - Ciências Naturais
  • Geografia Económica e Social - Ciências Sociais
Registos de financiamentos
Referência de financiamento Entidade Financiadora
PTDC/SOC-SOC/30543/2017) Fundação para a Ciência e a Tecnologia