Artigo em revista científica
Metodologias quantitativas/metodologias qualitativas: mais do que uma questão de preferência
Amélia Augusto (Augusto, Amélia);
Título Revista
Fórum Sociológico
Ano
2014
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Abstract/Resumo
O presente artigo enuncia algumas das diferentes assunções epistemológicas, axiológicas e ontológicas que estão subjacentes ao paradigma quantitativo e ao paradigma qualitativo e que têm alimentado um longo debate entre metodologias de investigação. Discutem-se os termos algo dogmáticos e erróneos que têm enformado muito deste debate, os quais resultam mais em querelas e em posicionamentos irredutíveis do que propriamente em debates científicos. Argumenta-se que para um investigador, escolher uma metodologia de pesquisa não pode ser uma questão de preferência. Essa escolha terá de estar relacionada com as questões que o investigador coloca, com a natureza do que se pretende conhecer, com o tipo de respostas que espera providenciar. Discutem-se, ainda, algumas das dificuldades que se colocam à realização de pesquisa qualitativa, as quais resultam não só da natureza e das exigências subjacentes a uma tal pesquisa, mas também de factores exteriores à pesquisa e estranhos ao investigador que a condicionam.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Metodologias qualitativas; Metodologias quantitativas; Métodos mistos; Investigador