Artigo em revista científica
Mulheres nas Forças Armadas: mudança institucional e recrutamento feminino
Helena Carreiras (Carreiras, H);
Título Revista
Sociologia, Problemas e Práticas
Ano
1995
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Abstract/Resumo
O início do processo de recrutamento feminino nas Forças Armadas dos países ocidentais é enquadrado por significativas transformações nas condições de exercício da violência organizada e na própria estrutura organizativa das instituições militares. Tomando como referência a matriz analítica proposta pelo sociólogo norte-americano C. Moskos, em que tais mudanças são conceptualizadas em torno dos modelos "institucional" e "ocupacional", propõe-se aqui uma discussão centrada na relação entre transformações na organização social das Forças Armadas e o conjunto de valores e orientações que as mulheres transportam para o contexto militar. Após um enquadramento geral do problema - recorrendo a informação empírica proveniente de outros países - é desenvolvida uma análise do caso português a partir de dados de um inquérito por questionário realizado em 1994 às primeiras mulheres militares no nosso país.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Instituição militar,Recrutamento feminino,Mudança,Mulheres militares