Artigo em revista científica Q4
O que não se altera pode ser alterado: a predestinação na África Yorùbá e nas religiões afro-brasileiras
João Ferreira Dias (Ferreira Dias, J.);
Título Revista
Lusitania Sacra
Ano
2018
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Scopus

N.º de citações: 0

(Última verificação: 2020-05-30 21:18)

Ver o registo na Scopus

Abstract/Resumo
O presente artigo pretende debater o complexo conceito de ‘predestinação’ entre os Yorùbá, do Golfo do Benim, e nas religiões afro-brasileiras, o qual envolve a conceção teológica de ‘pessoa’, profundamente ligada ao orí, a cabeça, como ‘vasilha’ da identidade. Ao resultar de um processo de expansão e desestruturação do Império de Òyó (entre os séc. XV e XIX), das influências das missões cristãs e da presença islâmica, do renascimento cultural lagosiano, e das experiências diaspóricas da escravatura, a identidade yorùbá é uma amálgama conceptual, que influencia as dimensões religiosas afro-brasileiras, em particular o Candomblé jeje-nagô. Nesse sentido, a ‘predes- tinação’ não é um dogma teológico claro, apresentando-se, antes, como um conceito bicéfalo, entre o algo selado e o algo que pode ser alterado.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Yorùbá,Religiões afro-brasileiras,Predestinação,Orí
  • Filosofia, Ética e Religião - Humanidades
Registos de financiamentos
Referência de financiamento Entidade Financiadora
UID/CPO/03122/2013 Fundação para a Ciência e a Tecnologia