Artigo em revista científica Q2
O que sobrou: materialidade e colonialismo numa coleção de imagens em movimento
Sofia Sampaio (Sampaio, S.);
Título Revista
Mana. Estudos de Antropologia Social
Ano
2018
Língua
Português
País
Brasil
Mais Informação
Scopus

N.º de citações: 0

(Última verificação: 2021-02-25 22:02)

Ver o registo na Scopus

Abstract/Resumo
Adotando uma abordagem antropológica e materialista das imagens em movimento e seus arquivos, o artigo analisa a chamada “coleção colonial” da Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema para refletir sobre o seu caráter fragmentário, as hesitações classificatórias que a atravessam e as implicações que poderá ter, dentro e fora do campo arquivístico. O objetivo do artigo é ir para lá das questões de representação, imaginário e propaganda que têm dominado o estudo das imagens coloniais, e questionar algumas ideias adquiridas, já que os fragmentos que sobraram da relação entre o cinema e as colônias portuguesas sugerem um projeto de dominação cauteloso, errático ou até indiferente em relação ao dispositivo cinematográfico. O artigo explora algumas das lições materiais do arquivo, sublinhando a necessidade de se complementarem futuros (e necessários) estudos empíricos com o aprofundamento dos avanços teóricos sugeridos.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Arquivo,Imagens em movimento,Materialidade,Colonialismo,Portugal (1908-75)
  • História e Arqueologia - Humanidades
  • Outras Humanidades - Humanidades
  • Antropologia - Ciências Sociais
Registos de financiamentos
Referência de financiamento Entidade Financiadora
IF/00313/2013 Fundação para a Ciência e a Tecnologia
UID/ANT/04038/2013 Fundação para a Ciência e a Tecnologia