Artigo em revista científica Q4
Refugiados espanhóis em Castro Laboreiro (1936-1939)
Fábio Faria (Faria, F.); Maria João Vaz (Vaz, M. J.);
Título Revista
Revista de História da Sociedade e da Cultura
Ano
2020
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Scopus

N.º de citações: 0

(Última verificação: 2021-02-26 18:33)

Ver o registo na Scopus

Títulos Alternativos

(Inglês) Spanish refugees in Castro Laboreiro (1936-1939)

Abstract/Resumo
Este artigo tem como objetivo analisar a receção e o percurso de refugiados por Portugal no contexto da Guerra Civil de Espanha, focando-se na região montanhosa de Castro Laboreiro, em Viana do Castelo. A proximidade com Espanha tornou este território um local privilegiado de refúgio para alguns espanhóis se protegerem da guerra e da perseguição movida pelas forças oponentes. Receoso do contacto com o exterior, o regime salazarista desenvolveu uma repressão dirigida a estes refugiados, considerados indesejáveis, traduzida na realização de buscas por intermédio das diferentes autoridades, nomeadamente a PVDE, a GNR, a PSP e a Guarda Fiscal. Aos efetivos destas forças pedia-se uma ação conjunta e reforço dos postos de vigilância. No contexto da passagem e da captura de refugiados espanhóis em Castro Laboreiro, aborda-se o caso da família de Eudózia Lorenzo Diz, que exemplifica a realidade vivida por muitos refugiados em Portugal.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Refugiados,Repressão,Guerra Civil de Espanha,Castro Laboreiro
  • História e Arqueologia - Humanidades
Registos de financiamentos
Referência de financiamento Entidade Financiadora
SFRH/BD/114813/2016 Fundação para a Ciência e a Tecnologia
UIDB/03126/2020 Fundação para a Ciência e a Tecnologia