Publicação em atas de evento científico
Sobre o regresso de emigrantes Portugueses qualificados: Diagnóstico de situação atual
Pedro Góis (Góis, P.); José Carlos Marques (Marques, J. C. L.); Filipa Pinho (Pinho, F.);
Atas do X Congresso Português de Sociologia: Na era da “pós-verdade”? Esfera pública, cidadania e qualidade da democracia no Portugal contemporâneo
Ano (publicação definitiva)
2018
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Web of Science®

Esta publicação não está indexada na Web of Science®

Scopus

Esta publicação não está indexada na Scopus

Google Scholar

N.º de citações: 0

(Última verificação: 2024-07-18 11:49)

Ver o registo no Google Scholar

Abstract/Resumo
A emigração portuguesa tem-se orientado maioritariamente para destinos europeus e intensificou-se na última década, como resultado do fraco crescimento económico após 2000, do aumento do desemprego e da austeridade. O abrandamento da crise em 2015, o retorno ao crescimento e acontecimentos como o Brexit ou movimentos anti- imigração em vários países europeus, contribuem para ser expectável um aumento dos movimentos de regresso a Portugal. Podemos, portanto, retomar estudos sobre o regresso de emigrantes. O estudo “Empreender 2020 – o regresso de uma geração preparada” contribuiu para aferir sobre a situação atual relativamente a retornos de emigrantes portugueses qualificados, nomeadamente expectativas e potencial de promoção do desenvolvimento das regiões de origem. Nesta comunicação apresentam-se alguns resultados do inquérito de 2017, aplicado a cidadãos de nacionalidade ou naturalidade portuguesa, emigrados, detentores de formação pós-secundária: características sociodemográficas, distribuição geográfica nos países de destino, tempos de permanência, intenções de retorno e motivações para a sua concretização.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Emigração portuguesa,Migrantes qualificados,Regresso,Portugal