Artigo em revista científica
Tauromaquia, violência e desenvolvimento. Opiniões e evidências
Luís Capucha (Capucha, L.); Luís Pereira (Pereira, L.); Tiago Tavares (Tavares, T.);
Título Revista
Sociologia, Problemas e Práticas
Ano
2020
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Títulos Alternativos

(Inglês) Bullfighting, violence and development: opinions and evidence

(Francês) Tauromachie, violence et développement: opinions et évidences

(Espanhol/Castelhano) Tauromaquia, violencia y desarrollo: opiniones y evidencias

Abstract/Resumo
A respeito da tauromaquia tem vindo a ser difundida a ideia de que a participação ou assistência de crianças a espetáculos tauromáquicos (considerados uma prática anacrónica, uma reminiscência do passado indigna das sociedades modernas) prejudica o seu desenvolvimento psicológico e incentiva comportamentos violentos. Alguns organismos internacionais emitiram opiniões no mesmo sentido. O presente artigo pretende, de forma modesta e sem polemizar em torno do assunto, testar a base de sustentação empírica destas afirmações. Para isso construiu-se um índice de atividade tauromáquica que dá conta da intensidade da presença da tauromaquia em cada concelho de Portugal, o qual foi correlacionado com o índice de poder de compra (aproximação ao nível de desenvolvimento concelhio) e a taxa de criminalidade (aproximação aos putativos efeitos psicológicos da tauromaquia). Verificou-se que não existe correlação significativa entre as variáveis analisadas, isto é, o teste não revelou evidências de relação entre a assistência ou participação ativa na tauromaquia, por um lado, e o desenvolvimento e a criminalidade, nomeadamente a criminalidade que envolve violência, por outro lado.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Tauromaquia,Desenvolvimento,Violência
Registos de financiamentos
Referência de financiamento Entidade Financiadora
UID/SOC/03126/2013 Fundação para a Ciência e a Tecnologia