Ciência-IUL    Autores    Frederic Jean Marc Vidal    Projetos de Investigação
Projetos de Investigação
COESO - Collaborative Engagement on Societal Issues
The COESO (Collaborative Engagement on Societal Issues) project facilitates and supports participatory research in SSH, through a service-first approach. COESO supports ten Citizen Science pilots presenting a variety of disciplines, societal challenges and types of engagement with citizens in different European countries. COESO project will specifically support collaborative practices in Citizen Science by developing a Virtual Ecosystem for Research Activation (VERA), a platform envisioned as a "collaboratory” providing a set of tools to discover potential partners, to define and co-design the activities, to co-create new knowledge and solutions, and to deliver them to society. COESO will furthermore collaborate with research funding organizations to enhance financial support to Citizen Science projects in the SSH and explore the frontiers of innovation in SSH public engagement by achieving a complete mutual learning with the teams involved in the Pilots. Finally, “Cooperation analytics” will be designed to measure the quality of collaboration between researchers and citizens in VERA. Those analytics will be useful to the project teams themselves but they will also be a major contribution to funders, policy makers, research organizations and other stakeholders supporting Citizen Science policies. COESO’s overall objective is to overcome the obstacles that hinder the development of Citizen Science in the SSH. COESO will enable a dramatic growth of Citizen Science projects in these disciplines and will intensify the collaborations between SSH researchers and citizens to tackle together the many societal challenges European societies face today. VERA will be one of the core services offered by OPERAS Research Infrastructure to the scientific community.
Informação do Projeto
2021-01-01
2023-12-31
Parceiros do Projeto
Centro em Rede de Investigação em Antropologia
A pesquisa desenvolvida no CRIA organiza-se em torno de grupos de investigação que compõem o núcleo científico do centro e reúnem investigadores dos diferentes polos institucionais. Estes grupos formaram-se a partir de quatro campos específicos de pesquisa da equipa do CRIA: (1) Circulação e Produção de Lugares, (2) Desafios Ambientais, Sustentabilidade e Etnografia, (3) Governação, Políticas e Quotidiano, e (4) Práticas e Políticas da Cultura. Complementarmente, as linhas temáticas e os núcleos de trabalho agregam investigadores dos vários grupos de investigação em torno de temas e contextos específicos de pesquisa como são a (1) Antropologia da Saúde, (2) a Antropologia Visual e da Arte, (3) os Estudos em Contextos Árabes e Islâmicos, (4) a Antropologia da Religião, (5) os Recursos Informais, Estado e Capital Social e (6) Círculo de Estudos Sul Asiáticos.  
Informação do Projeto
2020-01-01
2020-12-31
Parceiros do Projeto
O trabalho no ecrã: um estudo de memórias e identidades sociais através do cinema
O trabalho nas sociedades contemporâneas tem vindo a sofrer processos vários de mudança que, com o contexto actual de crise económica e de emprego (Veloso, Oliveira 2010), exige equacionar a estruturação das identidades que sobre o trabalho se constroem, destroem e modificam. O trabalho continua a desempenhar um papel essencial na estabilidade e dotação de sentido das trajectórias dos indivíduos e grupos sociais (Veloso 2009) e nos mecanismos de reconhecimento social (Honneth 2005). O estudo das representações sobre o trabalho constitui, assim, um tema de elevada importância científica e social. O projecto de investigação tem como objectivo analisar os processos sociais de formação de identidades sobre o trabalho em Portugal e reconstituir as narrativas que daí resultam e, simultaneamente, o estruturam. O projecto toma como operador teórico-metodológico de base as representações sociais (Moscovici 2000). Baseando-se na análise de um corpus de filmes industriais de encomenda que permite evidenciar as principais continuidades e descontinuidades dessas narrativas entre o final dos anos 1920 e os anos 1980, o projecto segue um caminho inovador tanto do ponto de vista teórico como metodológico. Tomando como enfoque central a esfera do trabalho, perspectiva-se prosseguir investigações já realizadas sobre identidades sociais, identidades e memórias do trabalho, relação entre técnica e trabalho (Veloso 2009, Marques 2011, Vidal 2006), evidenciando, agora, o papel da memória social na constituição de identidades. A memória colectiva/social (Halbwachs 1994) constitui o eixo central do projecto, já que é ela que permite evidenciar, quer a nível individual, quer colectivo, os processos sociais de construção de representações sobre o trabalho. Para a sua análise, e se em investigações anteriores se privilegiou o método etnográfico (Marques 2011), a observação intensiva de contextos de trabalho (Veloso 2009) ou a análise de arquivos (Vidal 2006), propõe-se neste projecto tomar co...
Informação do Projeto
2013-07-01
2015-12-31
Parceiros do Projeto