Ciência-IUL    Autores    Hélder Raposo    Projetos de Investigação
Projetos de Investigação
Medicamentos e suplementos alimentares em consumos de performance: práticas sociais, contextos e literacia
  O uso de medicamentos, suplementos alimentares e outros produtos naturais, para a melhoria do desempenho, físico, intelectual e social – aqui designados de consumos de performance – é uma prática em crescimento nas sociedades atuais. Trata-se de um fenómeno socialmente complexo, que evidencia uma mudança no uso convencional dos recursos terapêuticos para além das fronteiras da saúde e da doença. No presente projeto, pretende-se captar as dinâmicas sociais deste moderno fenómeno, analisando os consumos de performance a partir dos contextos que os suscitam. Trata-se de redirecionar o enfoque analítico – em geral dirigido aos consumos - para a contextualidade social que estrutura o quotidiano dos sujeitos. O objeto central da pesquisa consiste nas práticas e disposições de adesão aos consumos de performance em segmentos populacionais inseridos em contextos sociais específicos; a literacia e as fontes de informação usadas nos diferentes tipos de consumos completam a abrangência do enfoque visado. O campo empírico é constituído por três grupos profissionais associados a contextos de elevada pressão para o desempenho. O estudo centra-se nas regiões de Lisboa e Porto. Para o trabalho de campo recorre-se ao modelo de métodos mistos: grupos focais, inquérito por questionário e entrevistas semi-diretivas. Complementarmente, será feita uma replicação parcial do questionário previamente usado nos estudos de caso, circunscrita aos padrões de literacia e fontes de informação, a ser aplicado em farmácias e lojas dietéticas, a uma amostra de consumidores de produtos de performance. Pretende-se assim ampliar o enfoque analítico sobre esta outra dimensão do estudo. Entende-se que os resultados desta pesquisa respondem a imperativos de ordem diversa. Contribuem para o aprofundamento sociológico de um fenómeno emergente, sobre o qual escasseiam estudos de base empírica. Deixam disponível um conjunto de indicadores relevantes no suporte às políticas laborais de melhoria do ambiente ...
Informação do Projeto
2018-10-01
2021-09-30
Parceiros do Projeto
Consumos terapêuticos de performance na população jovem: trajectórias e redes de informação
 Os consumos terapêuticos da população jovem constituem presentemente um tópico de particular atenção, em diversas áreas científicas, designadamente médica, social e política. O foco de tal atenção prende-se com os consumos orientados para a performance cognitiva e para a performance corporal, aos quais este grupo geracional está culturalmente mais exposto. É neste domínio que o presente projecto se situa, tendo como objecto de análise as trajectórias de consumos terapêuticos de performance na população jovem em Portugal. Centra-se, especificamente, no consumo das designadas “smart drugs” e das “lifestyle drugs” - as primeiras associadas aos investimentos de performance cognitiva (melhoria do desempenho intelectual ou de superação dos limites naturais e neurofisiológicos); as segundas associadas à performance corporal (investimento no crescimento, na massa muscular, entre outras). Englobam-se neste espectro de consumos de performance, tanto o uso dos fármacos como dos produtos naturais. A problemática central deste projecto consiste em aferir a especificidade das culturas terapêuticas juvenis emergentes, designadamente em termos de investimentos performativos, farmacológicos e naturais, e de como estes revelam o esbater das tradicionais fronteiras entre a saúde e a doença, entre o normal e o patológico. A identificação das disposições culturais da população jovem relativamente a estes consumos, bem como o lugar das redes de informação na produção de tais disposições - em particular as redes informacionais da internet, a par das redes de sociabilidade quotidiana e em co-presença - constituem os enfoques analíticos centrais.  
Informação do Projeto
2012-03-01
2014-02-28
Parceiros do Projeto
Medicamentos e Pluralismo Terapêutico: consumos, lógicas e racionalidades sociais
  O projecto de investigação que nos propomos realizar visa contribuir para o aprofundamento do conhecimento sociológico sobre as lógicas e racionalidades em que se inscreve o actual pluralismo terapêutico disseminado nos universos leigos. Concretamente, pretende-se conhecer, a partir das vivências reais quotidianas, os critérios que presidem à opção entre possibilidades terapêuticas farmacológicas e não farmacológicas. Designadamente, conhecer quais os critérios leigos de credibilidade das fontes de informação, assim como os critérios de eficácia terapêutica e de avaliação das probabilidades de risco, que presidem às práticas adoptadas. Como corolário, pretende-se dar visibilidade ao conteúdo social e á natureza construída dos saberes leigos que alicerçam e (auto) legitimam as opções de gestão terapêutica.
Informação do Projeto
2007-09-01
2009-12-31
Parceiros do Projeto
Prisão de não Nacionais em Portugal
Atitudes e representações sociais de dois tipos de populações, que vão ser sujeitas ao escrutínio de métodos e técnicas de investigação social intensivas: os profissionais de justiça, as associações que trabalham com populações imigrantes.
Informação do Projeto
2002-07-01
2005-09-15
Parceiros do Projeto