Ciência-IUL    Autores    Joana Braga    Currículo
Resumo CV

Joana Braga. Investigadora, arquitecta e artista interdisciplinar. Trabalha no cruzamento da arquitectura com outras áreas do conhecimento, desenvolvendo práticas espaciais, discursivas, pedagógicas e performativas que exploram tanto a matéria urbana como memórias e imaginários que se lhe associam, com foco nas dimensões política, cultural, social e afectiva do espaço.

É doutoranda em Arquitectura no ISCTE-IUL, desenvolvendo investigação que, a partir de metodologias exploratórias situadas, com base numa prática artística e urbana reflexiva realizada ao longo dos últimos anos em diferentes áreas da Lisboa metropolitana e que pretendo continuar nos próximos anos -- entendendo o fazer reflexivo como forma de produção de conhecimento (practice-based research) – procura operar uma arqueologia das transformações urbanas mais ou menos recentes que caracterizam estas áreas da Lisboa metropolitana, cartografa-las e questiona-las como forma de documentar as dinâmicas e problemas que as caracterizam, nomeadamente atentando aos modos de recomposição social, a desigualdades territorial e a formas de segregação espacial.

Licenciou-se em Arquitectura (FA-UL). É pós-graduada em Arquitectura dos Territórios Metropolitanos Contemporâneos (ISCTE-IUL) e em Arquitectura Bioclimática e Restauro Ambiental (FA-UL).

Investigadora no DINAMIA’CET (ISCTE-IUL), e no GESTUAL (FA-UL) onde integrou o projecto "Espaço relacional e a promoção do direito à cidade. Pesquisa experimental no Bairro da Cova da Moura, Área Metropolitana de Lisboa", EXPL/ATP-EUR/1772/201, financiado pela FCT.

É membro da plataforma de investigação artística baldio | Estudos de Performance, aí desenvolvendo práticas curatoriais, editoriais e pedagógicas das quais destaca a concepção e coordenação pedagógica do “Tomar Posição - Curso Experimental em Estudos de Performance” (Set. –Dez. 2016); a curadoria e projecto expositivo do “Micro-Museu da Palavra” na Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra (2015); a curadoria do ciclo de eventos “Em Reunião: das reuniões como práticas performativas | das práticas performativas como reuniões” no Teatro Maria Matos (2014).

É coordenadora e curadora do projecto de investigação artística Topias Urbanas que, associando carácter processual e relacional ao teor discursivo e reflexivo, produz cartografias experimentais e interrogativas das múltiplas camadas que constituem o espaço urbano. A primeira fase deste projecto, entre Novembro de 2016 e Setembro de 2017, desenvolveu-se a partir da relação com uma parte de Marvila, tendo sido comissariada pelo Teatro Municipal Maria Matos.

Actualmente desenvolve, em parceria com Ana Jara o projecto de investigação e criação em arquitectura O Devir de Lisboa que pretende cartografar, documentar, (re)criar e debater a Cidade-Imagem, visível nas grandes obras que actualmente transformam Lisboa; e a Quinta-Fachada, o território invisível formado pelas coberturas dos diversos edifícios que tornamos lente para abordar as constelações relacionais da cidade e as suas metamorfoses.

Qualificações Académicas
Universidade/Instituição Tipo Curso Período
F.A.U.T.L.
Licenciatura Arquitectura 2005